29/06/2016 08h43 - Atualizado em 29/06/2016 08h43

Vereadores de Manaus: o vereador de hoje é Fabrício Lima

Fabrício está licenciado exercendo cargo de secretário de esporte. Em 2003, foi flagrado recebendo grande quantia em dinheiro.
Foto: Tiago Correa/CMM
Foto: Tiago Correa/CMM

O vereador Fabrício Lima (SDD), que atualmente está licenciado, ocupando o cargo de secretário de esporte do estado, a convite do governador José Melo (PROS) é o vereador que será conhecido nesta quarta-feira (29). O parlamentar está em seu terceiro mandato na Câmara Municipal de Manaus (CMM), mas já exerceu o cargo de vereador por quatro mandatos porque em 2001, quando suplente assumiu vaga de titular quando estava filiado ao PL.

Em setembro de 2003, o vereador foi alvo de diversas críticas e ficou muito conhecido após circular na internet um vídeo em que aparece recebendo grande quantia em dinheiro e guardando os ‘volumes’ no bolso da calça e do paletó. Nas imagens, Fabrício aparece dentro de uma sala conversando com um homem desconhecido. Não ficou comprovado se o dinheiro tinha procedência ilícita ou se era propina em favor de algum caso específico dentro da Câmara Municipal.

Assista o vídeo

Condenação e multa

Fabrício já foi titular duas vezes da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), em 2010 e em 2013. Em março deste ano, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) reprovou as contas referente ao ano de 2013 do ex-secretário e multou o parlamentar em R$ 8,8 mil por irregularidades. Algumas das irregularidades apontadas pelo órgão foram, o não encaminhamento de documentos que comprovassem a realização dos serviços e entrega de materiais, indicando data, local e acompanhamento por servidores designados para comprovação dos eventos.

Por conta da condenação em 2013, Fabrício está na lista dos inelegíveis divulgada pelo TCE-AM, o que poderia atrapalhar sua candidatura se ele fosse se candidatar à reeleição este ano. O registro de candidatura do atual secretário poderia ser negado. Uma nova lista foi divulgada esta semana pelo órgão e o nome de Fabrício continua no rol dos inelegíveis.

Problemas com o Ministério Público

Ainda no ano de 2013, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) recebeu denúncia de irregularidades na contratação de uma empresa pela Semjel. A empresa teria sido contratada por Fabrício com dispensa de licitação, para realizar a III Copa Brasil de Clubes de Beach Soccerem em Manaus.

Com essa invejável história política, Fabrício merece ser reeleito?

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505