20/06/2016 09h54 - Atualizado em 20/06/2016 09h54

Vereadores de Manaus: O vereador de hoje é Reizo Castelo Branco

Reizo, que já foi campeão de votos tem histórico de ser campeão em faltas na Câmara Municipal de Manaus.
Foto: Tiago Correa/CMM
Foto: Tiago Correa/CMM

Um dos vereadores de Manaus mais votados em eleições carrega em seu histórico de vida política a marca de ser um dos parlamentares que mais falta sessões plenárias na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o nome dele é Reizo Castelo Branco (PTB), filho do ex-deputado federal Sabino Castelo Branco e da ex-deputada estadual Vera Castelo Branco.

Reizo está no segundo mandato e ocupa o cargo de Segundo Secretário da CMM, compondo a Mesa Diretora da Casa Legislativa. Vamos ao que interessa.

O parlamentar sustenta o histórico de ‘faltoso’ desde o seu primeiro mandato. No ano de 2010, Reizo foi destaque na imprensa amazonense como o campeão de faltas na Câmara, totalizando 25 faltas durante o decorrer do ano. Em 2014, o vereador foi novamente o que mais faltou as sessões plenárias, com 33 ausências e 81 presenças.

No ano passado, o vereador diminuiu o índice de ausências, mas continuou entre os mais faltosos. Com base em levantamento realizado no site da CMM, Reizo aparece na quarta posição entre os vereadores que mais faltaram as sessões, registrando um total de 18 faltas. Neste ano, o vereador já justificou ausência em seis sessões.

A cada falta não justificada são descontados R$ 751,59 do salário de R$ 15.031,77 dos parlamentares, por esse motivo os vereadores que faltam se emprenham em justificar suas ausências.

Pelo Regimento Interno da Câmara, os vereadores têm seis formas de justificar ausência no trabalho. São elas, a falta justificada por meio de atestado médico que é representada pelo símbolo ‘AJ1’; a por ‘motivo de força maior ‘AJ2’, a ausência justificada por licença para serviço ou missão de representação do Poder Legislativo, maternidade, paternidade ou adoção, que é representada pelo símbolo ‘AJ3’ e por último a ausência justificada quando o vereador estiver substituindo interinamente o chefe do Executivo, ou seja, o prefeito da capital, registrada pelo ‘AJ4’. Além dessas, tem a Licença sem nus (sem remuneração) e a Licença com ônus (com remuneração).

Problemas com a Justiça
Em fevereiro de 2012, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) tornou Reizo e Sabino inelegíveis por oito anos por uso indevido dos meios de comunicação e abuso de poder econômico. Os dois foram acusados de usar o programa “Voz da Esperança’ em benefício eleitoreiro na campanha de 2010.

Pai e filho conseguiram, por meio de recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), reverter a situação em 2014, se livrando da inelegibilidade.

Patrimônio
Outro fator que chama atenção no histórico da vida pública de Reizo Castelo Branco é o crescimento em pouco tempo do patrimônio declarado à Receita Federal.

No ano de 2012, o vereador declarou quase R$ 534 mil, enquanto em 2008 ele havia declarado apenas possuir a empresa RRS Comércio e Representação de Produtos Alimentícios, Bebida e Fumo Ltda, estimada em R$ 19,5 mil. Isso significa que em apenas quatro anos, o patrimônio do parlamentar cresceu 2.639%, sendo que ele ainda estava no primeiro mandato de vereador.

Com essa ficha impecável ele merece ser reeleito??

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505