16/06/2016 19h55 - Atualizado em 16/06/2016 19h55

Vídeo: Ex-ministro da Justiça diz que renomado jurista “Tomás Turbando” defende Dilma Rousseff

O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo passou uma vergonha histórica na sessão desta quinta-feira da Comissão Especial do Impeachment.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

José Eduardo Cardozo, ao listar agora há pouco uma série de juristas que assinaram pareceres em defesa de Dilma, citou um tal “Tomás Turbando Bustamante”, exatamente, aliás, como apareceu nas notas taquigráficas da sessão.

Cardozo citou um cacófato, não uma pessoa.

Na verdade, Cardozo se referia ao jurista Thomas da Rosa de Bustamante, professor de filosofia do direito da UFMG, que escreveu um parecer apresentado pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), defendendo a junção do pedido de impeachment de Temer ao de Dilma.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505