15/07/2016 10h41 - Atualizado em 15/07/2016 10h41

Autor de massacre na Riviera Francesa é identificado

Bouhlel já havia sido citado como principal suspeito do ataque pelo jornal Nice-Matin e por autoridades da Tunísia à agência Reuters.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O motorista do caminhão que avançou contra uma multidão na noite da última quinta-feira (14) na cidade de Nice, sul da França, foi identificado como sendo o franco-tunisiano Mohamed Lahouaiej Bouhlel. A informação foi confirmada por dois oficiais da inteligência francesa para a rede de notícias CNN.

Bouhlel já havia sido citado como principal suspeito do ataque pelo jornal Nice-Matin e por autoridades da Tunísia à agência Reuters. Agora, no entanto, a polícia francesa dá seu nome como autor do massacre que deixou, até o agora, 84 mortos e 50 feridos em estado grave.

Quem é Bouhlel

Residente de Nice, o motorista e autor nasceu em Msaken, Tunísia, cidade localizada próxima da costa do Mar Mediterrâneo e a pouco mais de 155 quilômetros de Tunis, capital do país.

Ele tinha 31 anos, era pai de três crianças. Segundo fontes ligadas à polícia francesa ouvidas pela Reuters, não era conhecido por ter visões radicais do Islã e não era suspeito de manter laços com organizações terroristas. Era, contudo, conhecido da polícia local e acumulava passagens por roubo e atos de violência.

Segundo informações divulgadas pelo jornal britânico The Telegraph, ele estava separado da esposa e depressivo em razão do fim do casamento. Vizinhos do apartamento onde vivia sozinho na região de Abbatoirs o descreveram como um personagem solitário, por vezes agressivo, rude e que ouvia salsa e que não aparentava ser muito religioso.

Em um caminhão de 19 toneladas alugado dias antes, avançou por cerca de dois quilômetros, Bouhlel foi morto pela polícia enquanto atirava e atropelava a multidão que se reunia em um calçadão à beira mar durante a comemoração do Dia da Bastilha.

Ainda não foram divulgadas fotos de Bouhlel. Contudo, nas redes sociais, circulam imagens que seriam da sua carteira de motorista, encontrada pela polícia dentro do caminhão. Veja abaixo um tuíte do tabloide britânico Daily Mirror.

Fonte: Exame.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505