21/07/2016 08h04 - Atualizado em 21/07/2016 15h06

Jovem que vendia bolos em semáforo para pagar pós-graduação e sobreviver, morre após tiroteio entre PMs e bandidos

Thammyrys Alexandre, perdeu o controle do carro e foi parar em um barranco de um terreno.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma jovem chamada Thammyrys Alexandre, 26 anos, formada Serviço Social, morreu na tarde da quarta-feira (20), após levar um tiro na barriga. Policiais e bandidos trocavam tiros, na rua Corina Dantas, conjunto Rio Xingu, na Compensa e segundo a polícia os bandidos devem ter abordado a moça para roubar e fugir com seu veículo e ela teria se assustado, tentado fugir e em seguida baleada por eles.

Os assaltantes cometiam arrastões em paradas de ônibus na Avenida Brasil. Os familiares relataram que a jovem estaria indo ao salão porque seria o dia da colação de grau em Direito da irmã da vítima, Thais Alexandre. Thammyrys teria perdido o controle do carro e foi parar dentro de um barranco. Ela ainda foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resisiu e faleceu ainda no local. Uma perícia irá apontar se o tiro que matou a jovem partiu dos policiais ou bandidos.

Um dos assaltantes chegou a ser preso:

Batalhadora

A vítima era uma jovem trabalhadora, ela e a irmã estavam desempregadas e vendiam bolos de potes em semáforos da cidade, para pagar sua pós-graduação, a formatura da irmã e manter as despesas de casa. Os bolos eram feitos por Thammyrys, começaram com 20 e estavam vendendo cerca de 300 bolos por dia. Elas já tinham muitos motoristas que eram clientes fiéis.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505