22/07/2016 15h09 - Atualizado em 22/07/2016 15h09

Unidade Prisional de Maués tem o maior número de presos condenados do Amazonas

A UPM possui, atualmente, um quantitativo de 239 internos, sendo 210 homens e 29 mulheres.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Unidade Prisional de Maués (UPM), com sede localizada a 356 quilômetros de Manaus, tem o melhor índice de presos condenados do Estado do Amazonas. Em torno de 71% da população carcerária já foi condenada, apenas 29% aguarda julgamento. A unidade possui, atualmente, um quantitativo de 239 internos, sendo 210 homens e 29 mulheres. Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a unidade do munícipio também registra números impressionantes na área de educação.

Para o secretário da Seap, Pedro Florencio, o número de presos provisórios é extremamente positivo, já que em todo o Amazonas o quantitativo de internos que está aguardando a condenação chega a 56%. “Os trabalhos desenvolvidos em Maués estão gerando grandes resultados. A parceria com o Poder Judiciário tem contribuído para que a unidade consiga implantar atividades de reintegração da pessoa encarcerada à sociedade”, afirmou o secretário.

De 2015 até junho deste ano, o número de presos reincidentes caiu para 19%, resultado do trabalho de ressocialização que vem sendo feito na unidade, que possui diversos projetos, como o “Amazonas Alfabetizado”, que tem contribuído no processo de alfabetização dos internos, com funcionamento na escola interna da unidade, onde 39 detentos participam de aulas diárias.

No primeiro semestre do ano as aulas foram para 5ª e 6ª séries, no segundo semestre os estudantes darão continuidade às aulas com conteúdos da 7ª e 8ª séries. A unidade apresenta hoje índice zero de internos analfabetos, além de possuir as melhores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A Unidade Prisional de Maués tem uma biblioteca com mais de 5 mil exemplares em seu acervo, que são usados para estudos e leituras.

Para o diretor da unidade, Ademar Xico Gruber, os projetos contribuem para o processo de ressocialização do interno. “Enquanto o interno está cumprindo sua pena, ele pode usar esse tempo para fazer atividades que vão ajudar sua vida dentro e fora da prisão. Eles têm a oportunidade de estudar e aprender um ofício”, afirmou o diretor.

A unidade também possui um projeto de revitalização da horta, que conta com o apoio de um técnico agrícola, que leciona aulas teóricas e práticas para os 20 internos que participam da atividade. Atividades artesanais também são realizadas na unidade, incentivando o interno a produzir materiais que podem se transformar em uma forma de renda e de ocupação mental, além de auxiliar na redução da pena.

Detento de Maués foi aprovado no Sisu
Mário Fernando Oliveira de Souza, 59, da Unidade Prisional de Maués (UPM), foi o único detento do sistema prisional do Amazonas que conseguiu ser aprovado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em 2015. Com uma redução em defesa da valorização do professor no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL), Mário que auxilia nos serviços da biblioteca da unidade há mais de dois anos, conseguiu uma das oito vagas ofertadas para o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam).

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505