08/07/2016 07h46 - Atualizado em 8/07/2016 07h46

Vereadores de Manaus: o vereador de hoje é Marcel Alexandre

O apóstolo é autor do polêmico projeto que proíbe na grade curricular das escolas o debate sobre ideologia de gênero.
Foto: Tiago Correa/CMM
Foto: Tiago Correa/CMM

No seu segundo mandato como vereador o parlamentar que vamos conhecer nesta sexta-feira (8), é Marcel Alexandre (PMDB), que na teoria devia ser aliado do ex-governador e ex-ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB), na atuação na Câmara Municipal de Manaus (CMM), mas na verdade, ‘em cima do muro’ é a expressão que mais combina com o vereador, que também é apóstolo do Ministério Internacional da Restauração (MIR) e figura importante para o chefe da igreja, o apóstolo Renê Terra Nova.

Marcel Alexandre é autor do polêmico Projeto de Lei 389/2015, que proíbe na grade curricular das escolas municipais o debate sobre ideologia de gênero, que já recebeu o apoio da maioria dos vereadores e é alvo de grande polêmica na sociedade. O projeto também gerou polêmica após outro vereador, que na defesa do projeto do colega de ‘bancada evangélica’ afirmou que apenas com ’16 anos uma pessoa poderia decidir por queimar a rosquinha’.

O apóstolo também apresentou em 2011, um projeto de lei que obrigava as bibliotecas e salas de leitura das escolas públicas municipais possuírem exemplares da Bíblia Sagrada, o que gerou polêmica na sociedade por entender que o apóstolo não entende que o ‘estado é laico’. Para o vereador, o uso da bíblia nesse cotexto não seria religioso, mas cultural por servir como uma referência para a sociedade. E aqueles que não veem o livro como referência?

Cotão X Desobediência

Em maio de 2014, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) suspendeu a aquisição de combustível pelos vereadores por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), mas muitos vereadores violaram a decisão do órgão e o apóstolo faz parte da lista dos desobedientes. Marcel, segundo registro no site da CMM, gastou R$ 2,7 mil com gasolina.

Ainda sobre o cotão, o parlamentar aparece no ranking dos que mais utilizaram o benefício em dezembro de 2015, ele gastou um total de R$ 13,4 mil.

Homenagem

No último dia 16 de maio, a CMM aprovou o Projeto de Decreto Legislativo n° 035/2015, de autoria do vereador, que concede a Medalha de Ouro Cidade de Manaus ao apóstolo Renê Terra Nova. Renê receberá a honraria como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à sociedade Manauara segundo texto publicado no site da CMM. A medalha é a mais importante honraria da Casa Legislativa.

Levantamento feito em julho de 2014 mostra que o patrimônio do apóstolo aumentou consideravelmente de 2012 para 2014, ano que se candidatou ao cargo de deputado estadual, mas não foi eleito. O patrimônio do vereador em 2012 era R$ 99,5 mil e em 2014 ele declarou possuir R$ 432,7 mil. Que diferença, heim?!

Ele merece ser reeleito?

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505