13/07/2016 05h35 - Atualizado em 13/07/2016 05h35

Vereadores de Manaus: o vereador de hoje é Marcelo Serafim

Marcelo teria recebido uma ‘ajudinha’ para se eleger a deputado federal, em 2006, quando o pai, Serafim Corrêa tinha a máquina pública nas mãos.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O vereador que vamos conhecer nesta quarta-feira (13) é Marcelo Serafim (PSB), filho do ex-prefeito de Manaus e atual deputado estadual, Serafim Corrêa, o parlamentar está em seu primeiro mandato como vereador, mas já é uma figura pública conhecida em Manaus por ter sido deputado federal pelo Amazonas no ano de 2006 e ter participado da administração do pai, quando prefeito da capital de 2005 a 2008.

No ano de 2007, Serafim Correa foi acusado de cancelar empenhos de obras, que prejudicaram obras em Manaus para usar o recurso a favor da eleição do filho, o atual vereador Marcelo Serafim, que na época concorria vaga na Câmara Federal e ganhou. As denúncias dão conta de a máquina pública foi usada na época.

Ainda sobre a polêmica na gestão do pai Serafim Corrêa, há denúncias de que Marcelo Serafim teria gastado aproximadamente R$ 7 milhões para se eleger a deputado federal. A denúncia até hoje não foi confirmada, mas fontes próximas ao parlamentar, que trabalharam com ele na coordenação de campanha garantem a sua veracidade.

Patrimônio

Com base em declaração de bens de vereadores eleitos no ano de 2013, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), Marcelo Serafim possuía um patrimônio de R$ 968 mil. De julho de 2012 para julho de 2014, quando Marcelo era candidato ao Senado Federal, o patrimônio do atual vereador registrou evolução de 26,01%, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Cotão vereadores

Em 2014 quando o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e Ministério Público de Contas (MPC) suspenderam o uso da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) dos vereadores, devido às eleições daquele ano, Marcelo usou a tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para reclamar da decisão aplicada somente aos vereadores e não aos deputados estaduais candidatos na época.

Ainda em relação ao ‘cotão’, no ano de 2015 o vereador foi um dos que mais gastou o benefício com aluguel de veículos, repetindo os mesmos gastos do ano de 2014.

Em defesa do pai

No mês de maio deste ano, Marcelo Serafim saiu em defesa do pai Serafim Corrêa na Câmara Municipal, após o vereador Mário Frota (PHS) tecer críticas ao atual deputado estadual sobre a administração dele à frente da Prefeitura de Manaus entre 2005 e 2008, época em que o próprio Mário Frota era vice-prefeito.

E aí leitor. Marcelo Serafim merece ser reeleito?

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505