04/07/2016 10h37 - Atualizado em 4/07/2016 10h37

Vereadores de Manaus: o vereador de hoje é Roberto Sabino

Recentemente se envolveu em polêmica por afirmar que somente com 16 anos uma pessoa podia decidir por “queimar a rosquinha”, em discussão de projeto sobre ideologia de gênero.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O vereador Roberto Sabino está em seu quarto mandato de vereador e já foi deputado estadual. Formado em direito, Sabino já foi delegado e atualmente apresenta o Programa ‘Fala Manaus’ na emissora de TV Boas Novas. O parlamentar é um dos mais inexpressivos da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e quando discursa na tribuna sempre é algo relacionado à segurança pública. Em algumas ocasiões que decide abordar outros temas acaba sendo alvo de polêmicas.

O último caso desse tipo ocorreu no dia 30 de maio deste ano, quando o plenário votava o Projeto de Lei 389/2015, de autoria do vereador Marcel Alexandre (PMDB), que pretende proibir “na grade curricular das Escolas do município de Manaus as atividades pedagógicas que visam à reprodução do conceito de ideologia de gênero”.

Durante a discussão da proposta pelos vereadores, Roberto Sabino afirmou que somente aos 16 anos uma pessoa pode decidir por “queimar a rosquinha” onde quiser. Em idade escolar, o vereador disse que debates sobre ideologia de gênero são inaceitáveis. No dia seguinte, a fala do parlamentar era a mais comentada nas redes sociais e alvo de matérias de jornais locais. Roberto Sabino tentou se redimir pedindo desculpas dizendo que o calor da discussão fez ele usar o termo inapropriado. Ele disse ainda que não é preconceituoso, nem homofóbico.

Em fevereiro 2014, Roberto Sabino figurava em outdoors pela cidade como garoto propaganda da empresa ‘Rede Sorriso’, a mensagem dizia “…Faça como Dr. Roberto Sabino, indicou 6 pessoas e agora recebe participação nos lucros da empresa”. No site da empresa em vídeos, Roberto Sabino dava garantias de faturamento de até R$ 838,8 mil para quem se cadastrasse na Rede.

Programa

Em novembro de 2014, Roberto Sabino avisou em seu programa que quem tivesse pedra na vesícula ou nos rins que ele tinha um amigo pastor que resolveria o problema em cinco minutos, falando sobre milagre. Ele convidou ainda, os ouvintes a entrarem em uma rede de revenda de perfumes. Chegou a afirmar que o salário de vereador não dava e tinha que ir atrás de outros meios para ganhar dinheiro.

Aumento de patrimônio

No ano de 2012, quando concorreu a reeleição e ganhou para cumprir o quarto mandato de vereador, Roberto Sabino apresentou à Justiça Eleitoral uma declaração de bens estimada em R$ 244.3 mil, enquanto em 2008, ele havia informado possuir apenas um veículo modelo Celta, no valor de R$ 18 mil, um crescimento expressivo de patrimônio.

Ele merece ser reeleito?

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505