02/08/2016 06h57 - Atualizado em 2/08/2016 14h34

Bancos de leite beneficiaram mais de 11 mil crianças no ano passado

Este ano, de janeiro a junho, já foram coletados 963 litros de leite, que beneficiaram, principalmente, crianças internadas em UTIs.
Foto: Valdo Leão/Secom
Foto: Valdo Leão/Secom

No ano passado, 11.628 crianças foram beneficiadas com o leite humano coletado nos postos da Secretaria Estadual de Saúde (Susam). Ao todo, foram processados 3 mil litros de leite. Este ano, de janeiro a junho, já foram coletados 963 litros de leite, que beneficiaram, principalmente, crianças internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais do Amazonas. O balanço foi apresentado nesta segunda-feira (1º), pela Susam, durante a abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno. O evento marcou, também, a inauguração de quatro novos postos de coleta de leite humano, dois na maternidade Ana Braga, em Manaus, um no município de Itacoatiara e outro em Tabatinga.

Uma homenagem às mães doadoras Ana Bárbara, Suzane Hart e Kerolyn Natasha, que contribuem com os Bancos de Leite Humano (BLH) da rede estadual, também marcou a abertura. A programação da Semana segue até sábado (06), com as equipes dos Bancos de Leite, Maternidades e Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs), da rede estadual de saúde, realizando uma série de ações voltadas para a promoção, estímulo e apoio ao aleitamento materno. O encerramento da campanha será no sábado (06), com um “Mamaço” (evento em que as mães estarão amamentando simultaneamente), no Largo São Sebastião, às 16h30.

A partir de agora, o Amazonas passa a contar com 22 pontos de coleta de leite humano, 18 em Manaus e outros quatro nos municípios de Borba, Manicoré, Itacoatiara e Tabatinga. A coordenadora estadual de Saúde da Criança, Katherine Benevides destaca que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que até os seis meses de idade as crianças devem se alimentar exclusivamente do aleitamento materno. “O leite materno é um alimento completo, que contém vitaminas, minerais, gorduras, açúcares, proteínas, todos apropriados para o desenvolvimento da criança”, disse.

Ela ressalta que somente o leite materno tem substâncias que protegem o bebê contra doenças como diarreia – que pode causar desidratação, desnutrição e morte –, pneumonias, infecções de ouvido, alergias e muitas outras doenças. Além disso, a amamentação promove o aprofundamento do vínculo entre mãe e filho.

Programação

Nesta terça-feira (02) até quinta-feira (04), as maternidades realizam atividades de orientação e sensibilização da amamentação. A Balbina Mestrinho realiza às 10h e 14h a distribuição de folders informativos para as pacientes internadas na unidade e acompanhantes. Na Azilda Marreiro as atividades de orientação acontecem às 9h e 14h e na Alvorada às 9h30 e 14h30. A maternidade Dona Nazira Daou fará às 9h uma roda de conversa com as pacientes acompanhadas no ambulatório da unidade. O Instituto da Mulher Dona Lindu irá comemorar, nesta quarta-feira (03), o aniversário de seis anos do Banco de Leite Fezinha Anzoategui.

As mães que contribuíram com doação de leite irão participar de um café da manhã na maternidade Ana Braga nesta terça-feira e na quarta-feira as equipes do BLH da unidade irão orientar as pacientes internadas.

Na sexta-feira (05), as equipes dos Bancos de Leite Humano estarão de 8h às 12h nos CAICs fazendo atividades de orientação e cadastro de novas doadoras. A programação da Semana Mundial de Aleitamento Materno encerra no sábado (06) com um ‘Mamaço’, no Largo São Sebastião, ás 16h30.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505