04/08/2016 07h32 - Atualizado em 4/08/2016 13h14

Dançarinos de Parintins vão participar da abertura oficial dos Jogos Olímpicos

Foram escolhidos 72 bailarinos do Garantido e Caprichoso, que estão no Rio desde o dia 11 de julho.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O folclore da Amazônia estará presente na abertura oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, na sexta-feira (5), às 20h, no Estádio Maracanã. Foram escolhidos 72 bailarinos do município de Parintins, que fica a 369 quilômetros de Manaus. Eles vão compor um quadro da cerimônia que vai retratar, durante cerca de cinco minutos, os povos indígenas.

Os artistas fazem parte dos Bois Caprichoso e Garantido que, todos os anos, disputam o título de campeão do Festival Folclórico de Parintins. Segundo Chico Cardoso, coordenador da equipe, a rivalidade foi deixada de lado e eles estarão juntos no Rio de Janeiro, se apresentando no maior evento esportivo do mundo.

“A única delegação ou corpo do elenco de abertura, fora do Rio de Janeiro, é justamente a dos dançarinos de Parintins, divididos em Garantido e Caprichoso, mas juntos pelo ideal de participar desse grande evento. Foi um prazer muito grande os diretores estenderem esse convite a Parintins, reconhecendo que a cidade é um expoente do folclore brasileiro”, ressaltou Chico Cardoso.

O convite partiu dos diretores da cerimônia de abertura Daniela Thomas, Andrucha Waddington e Fernando Meireles. A coreografia do evento é de autoria da bailarina Débora Colker. Uma equipe esteve em Parintins para selecionar os dançarinos. Foram três meses de ensaio no município amazonense, sob a orientação do coreógrafo parintinense Erick Beltrão. Os detalhes da cerimônia estão sendo mantidos em segredo, mas ele adianta um pouco do que o público vai assistir.

“Nós vamos representar os povos indígenas, os primeiros habitantes do Brasil. O nosso quadro se chama Pindorama, que foi o primeiro nome dado pelos indígenas ao Brasil. Isso tem tudo a ver com a cultura indígena, com a nossa cultura, com o nosso sangue, dos índios parintintins, dos tupinambás que migraram do Rio de Janeiro para Parintins. Então eles [os diretores] sentiram que precisavam trazer essas pessoas de Parintins para incorporar melhor o personagem aqui no Rio de Janeiro”, explicou.

Os dançarinos estão no Rio de Janeiro desde o dia 11 de julho, participando dos ensaios gerais da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. Não é a primeira vez que artistas do município são convidados para grandes eventos. Em 2014, um grupo de 16 bailarinos fez parte do corpo de dança do encerramento da Olimpíada em Londres, na Inglaterra. “Eu acho que isso foi uma porta que se abriu para que os diretores do evento e a coreógrafa Débora Colker fossem buscar lá em Parintins a continuidade desse grande trabalho que começou em Londres”, afirmou Chico Cardoso.

Fonte: Agência Brasil

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505