16/08/2016 14h12 - Atualizado em 16/08/2016 14h52

Feira em Cuba abre inscrições para empresários do AM exporem seus produtos

O Centro Internacional de Negócios do Amazonas vinculado à Fieam está apoiando o evento com a organização da Missão Prospectiva a Cuba.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Feira Internacional de Havana (FIHAV) está com as inscrições abertas para empresários que desejam expor seus produtos no evento que acontece no período de 30 de outubro a 5 de novembro. O Centro Internacional de Negócios do Amazonas (CIN-AM) vinculado à Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) está apoiando o evento com a organização da Missão Prospectiva a Cuba.

Os empresários podem realizar a inscrição pelo endereço (CLIQUE AQUI). Dentre os setores promovidos na feira, de caráter multissetorial, destacam-se: Alimentos e Bebidas, Cosméticos, Calçados, Artigos de Vestuário, Máquinas e equipamentos (equipamentos agrícolas), Autopeças e Materiais elétricos.

O gerente do CIN-AM, Marcelo Lima, destaca a importância dos empresários do Amazonas participarem do evento, que é o mais consolidado do mundo. “Os empresários amazonenses precisam estar atentos a mais uma oportunidade de internacionalização. No evento, eles poderão prospectar mais chances de negócios, realizar contatos comerciais e inserir produtos manufaturados no mercado cubano e caribenho”, ressaltou.

A finalidade da missão é promover a exportação de produtos e marcas brasileiras, bem como permitir ao empresário conhecer e prospectar in loco tendências de mercado, preferências dos consumidores, oportunidades para inserção de produtos brasileiros e formas de acesso ao mercado cubano.

A Fihav é a vitrine ideal para que empresas exibam seus produtos e serviços ao mercado cubano e América Latina. É o ponto de encontro com sócios comerciais e o lugar adequado para introdução de novos produtos.

Mercado cubano
Em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) de Cuba cresceu 4% e especialistas afirmam que continuaria a crescer em 2016, embora a um ritmo menor. A previsão também é que Cuba sofra um crescimento econômico de 2% este ano.
Um crescimento econômico em torno de 2% é previsto para os setores de construção civil, hotéis e restaurantes, agricultura, pecuária, silvicultura, transporte, armazenamento, comunicações, indústria açucareira e geração de eletricidade, água e gás. O número de turistas estrangeiros recebidos no país durante o ano passado foi de 3,5 milhões, o mais alto registado na história do país.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505