18/08/2016 15h39 - Atualizado em 18/08/2016 15h41

Assassino confesso de cabeleireiro é preso em Manaus

O infrator confessou a autoria do crime e foi indiciado por homicídio qualificado.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Marcel Souza Soares, 22, autor do homicídio do cabeleireiro Danilo Henrique Nunes dos Santos foi preso na zona Sul de Manaus. O crime ocorreu na madrugada do dia 14 de fevereiro deste ano. A vítima tinha 19 anos.

De acordo com o delegado Ivo Martins, o infrator foi preso pela equipe da DEHS na manhã de ontem, dia 17, por volta das 9h, na casa onde morava, localizada na Rua Professor Antovilla Vieira, bairro Morro da Liberdade, zona Sul da cidade. A prisão foi efetuada em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 29 de junho deste ano, pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Anésio Rocha Pinheiro.

Segundo Ivo Martins, o crime teria sido motivado após uma discussão envolvendo a vítima e Marcel. O desentendimento teria acontecido semanas antes do delito. Na época, Marcel namorava uma adolescente de 17 anos, amiga de Danilo. O infrator teria brigado com a garota e a teria ameaçado de morte. Danilo, ao saber do que estava acontecendo com o casal, saiu em defesa da amiga e passou a perseguir Marcel, com o intuito de intimidá-lo, uma vez que Danilo tinha envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Santa Luzia, zona Sul.

“No dia 14 de fevereiro deste ano, por volta de 1h da madrugada, Marcel foi até o local onde Danilo vendia drogas, na Rua Guanabara, bairro Santa Luzia. Em depoimento na especializada, ele relatou que a vítima teria zombado dele. Por conta disso, ele foi até a Feira da Panair, no bairro Educandos, zona Sul, e alugou um revólver por R$ 100 e voltou até a “boca de fumo” onde Danilo estava e efetuou um disparo de arma de fogo em direção ao peito da vítima, que foi a óbito ainda no lugar”, explicou Ivo Martins.

O titular da DEHS ressaltou, durante a coletiva de imprensa, que há uma outra situação sendo investigada pois, em dezembro de 2015, a namorada de Marcel foi apreendida com três quilos de drogas no município de Tabatinga. Ela teria concordado em fazer o transporte da droga a pedido de Danilo, o que motivou a rixa entre Danilo e Marcel.
“Durante as investigações acompanhamos algumas publicações feitas por Danilo em uma rede social onde ele afirmava estar sendo perseguido por Marcel. A vítima chegou, inclusive, a afirmar que se algo de ruim acontecesse com ela o responsável seria Marcel”, disse Martins.

Marcel confessou a autoria do crime e foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada o jovem foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505