16/08/2016 15h54 - Atualizado em 16/08/2016 15h54

Homem é preso no Pará por envolvimento na morte de advogado em Manaus

O infrator foi preso por policiais militares no município de Itaituba, no Pará. A vítima tinha 87 anos.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), representada pelo delegado Adriano Felix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), falou na manhã desta terça-feira, dia 16, durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da especializada, na zona Centro-Oeste de Manaus, sobre a prisão de Rafael Queiroz dos Santos, 28, investigado por envolvimento no latrocínio que teve como vítima o advogado Gilson Guimarães Lage, ocorrido na noite do dia 8 de julho deste ano, na avenida Ayrão, bairro Presidente Vargas, zona Sul da capital. A vítima tinha 87 anos.

Conforme o titular da Derfd, o infrator foi preso por policiais militares no município de Itaituba, no estado do Pará. O fato ocorreu na última quarta-feira (10). A prisão foi efetuada em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 10 de julho deste ano, pela juíza Margareth Rose Cruz Hoagen, do Plantão Criminal.

De acordo com a autoridade policial, Rafael, o comparsa dele Jonathas dos Santos Fonseca, 27, preso pelas equipes da Derfd no último dia 12 de julho, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, e outro indivíduo, até o momento identificado pela polícia apenas como “Olhudinho”, foram até a residência do advogado, por volta das 21h30, invadiram a casa e imobilizaram o idoso. Em seguida eles amarraram a vítima, que teria reagido e acabou enforcada pelos infratores.

“Com as prisões de Rafael e Jonathas, já temos toda a dinâmica do delito. Rafael enforcou o advogado, enquanto Jonathas amarrou as pernas de Gilson para que ele não fizesse barulho batendo os pés no chão e “Olhudinho” enrolou a corda no pescoço do idoso. O trio levou do lugar quantia não divulgada em dinheiro, objetos de valor da vítima, como dez relógios que foram posteriormente encontrados com Jonathas no momento da prisão dele e reconhecidos pela filha do advogado como sendo de Gilson”, declarou Felix.

O delegado destacou ainda que o trio tinha o intuito de roubar os pertences da vítima e que Rafael foi o idealizador do crime. “Rafael arquitetou o crime porque ele tinha acesso ao lugar, tendo em vista que ele sempre ia buscar na casa do idoso uma jovem identificada como Thaisa, que trabalhava como diarista na casa de Gilson e era namorada do enteado de Rafael. O terceiro elemento, identificado apenas como “Olhudinho”, já está sendo investigado pelas equipes da Derfd. Ainda temos dez dias para trabalhar as informações declaradas, durante depoimento, por Rafael”, pontuou Felix.
Durante a coletiva de imprensa o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, elogiou o trabalho desempenhado pelas equipes da Derfd que resultou nas prisões de dois indivíduos envolvidos na morte do advogado. “Infelizmente não conseguimos trazer de volta a vida do nosso colega, mas não podemos deixar de parabenizar o excelente trabalho policial desenvolvido pelo delegado Adriano Felix e por toda a equipe da Derfd. É uma alento para a família e para a advocacia amazonense”, argumentou Choy.

As filhas da vítima, Gilmara e Silmara Lage, participaram da coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje no prédio da Derfd e aproveitaram a oportunidade para agradecer à polícia pelo empenho na elucidação do caso. “Estamos aliviadas com as prisões dessas duas pessoas que mataram nosso pai. Agradecemos o apoio da Polícia Civil e da OAB-AM pela atenção com a qual trataram este caso. Sabemos que não teremos mais nosso pai de volta, mas queremos apenas Justiça”, disse Gilmara.

Rafael foi indiciado por latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da especializada ele será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505