23/08/2016 10h31 - Atualizado em 23/08/2016 10h31

Janot suspende negociação de delação com Léo Pinheiro, da OAS

Segundo O Globo, o PGR teria ficado irritado com a reportagem da Veja que divulgou o termo da delação que cita Dias Toffoli.
Foto: Fellipe Sampaio (STF)
Foto: Fellipe Sampaio (STF)

O Procuradoria-Geral da República, Rodrigo Janot, suspendeu as negociações de delação premiada do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro. Segundo informação foi revelada pelo jornal “O Globo”.

Segundo O Globo, o PGR teria ficado irritado com a reportagem da Veja que divulgou o termo da delação que cita Dias Toffoli. Para Rodrigo Janot, representou quebra do acordo de confidencialidade e seria uma forma de forçar a PGR à assinatura da delação definitiva.

O vazamento das informações é interpretado pela procuradoria como uma forma de pressão para concluir o acordo, que pode beneficiar Pinheiro.

Segundo reportagem da revista Veja, Toffoli recorreu a uma empresa indicada por Léo Pinheiro para realizar uma obra em sua casa em Brasília. Ainda segundo a reportagem, o executivo da OAS informou que o próprio ministro teria custeado as despesas.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505