19/08/2016 08h28 - Atualizado em 19/08/2016 08h30

Lava Jato: Moro manda empresário Adir Assad voltar para a prisão

Assad cumpre prisão domiciliar por acusações em outra investigação.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O juiz federal Sérgio Moro determinou hoje (18) que o empresário Adir Assad, investigado na Operação Lava Jato, volte à prisão. Assad cumpre prisão domiciliar por acusações em outra investigação, a Operação Saqueador, que apura um esquema que desviou R$ 370 milhões de obras públicas feitas pela Delta Construtora.

Na decisão, Moro explicou que Assad não poderia ter sido solto porque há outro mandado de prisão contra ele na Lava Jato. O juiz determinou que o empresário fique preso no Rio de Janeiro, sob a custódia da Polícia Federal, até nova decisão sobre o caso.

“Aparentemente, a autoridade carcerária, ao cumprir o alvará de soltura proveniente do Superior Tribunal de Justiça e em relação à prisão preventiva decretada pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, descuidou da ordem de prisão vigente existente contra o condenado e exarada por este juízo”, disse Moro.

Na terça-feira (16), além do empresário, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou soltar empreiteiro Fernando Cavendish, ex-dono da Construtora Delta, e o empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira.

Fonte: Agência Brasil

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505