10/08/2016 09h47 - Atualizado em 10/08/2016 14h00

Manaus se despede da Rio 2016 com empate entre Brasil e África do Sul e Arena lotada

A falta de gols fez a torcida gritar várias vezes o nome de Marta. No segundo tempo, o apelo do público foi atendido.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Arena da Amazônia ficou lotada no último dia de jogos do torneio olímpico de futebol em Manaus, no Amazonas. A partida mais esperada da noite dessa terça-feira (9), entre as seleções femininas do Brasil e da África do Sul, terminou em 0 a 0. No primeiro tempo, o técnico Vadão decidiu poupar as jogadoras titulares Marta, Formiga e Fabiana. Com uma lesão na coxa, Cristiane foi substituída por Debinha.

A falta de gols fez a torcida gritar várias vezes o nome de Marta. No segundo tempo, o apelo do público foi atendido. A jogadora entrou em campo, no lugar de Tamires e fez a alegria das mais 42 mil pessoas presentes no estádio, público divulgado pelo governo do Amazonas. Thaisa também foi substituída por Fabiana, mas as mudanças não foram suficientes.

Apesar do 0 a 0, as meninas do Brasil saíram do campo aplaudidas pela torcida. Para a bancária Patrícia Silva, valeu a pena ter assistido a partida. “Nós queríamos que tivessem feito pelo menos um gol, mas não foi possível. Mas também foi um jogo emocionante. É isso aí. E vamos para frente Brasil”.

Houve o credenciamento de 5 mil moradores e 2 mil carros do entorno da Arena. De acordo com o Comitê Manaus 2016, Manaus foi a única cidade a realizar este tipo de serviço. “Esse diferencial da nossa operação foi o que fez com que Manaus não tenha vivenciado, até agora, nenhuma situação crítica”, destacou Dan Câmara, para quem o modelo de segurança integrada desenvolvido em Manaus é o principal legado para o Estado e uma referência para o Brasil.

A assistente social de São Paulo, Talita Ribeiro, tem a mesma opinião. “Achei um jogo bem interessante, faltou o gol, mas foi um jogo bem dinâmico. As duas equipes jogaram bem, mas o Brasil se mostrou bem superior. Deu para aproveitar bastante o espetáculo”

Com duas vitórias e um empate, a seleção ficou em primeiro lugar no grupo E e avança para as quartas de final. O próximo jogo será contra a Austrália, na próxima sexta-feira, dias 12, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Estados Unidos x Colômbia
As seleções femininas de futebol dos Estados Unidos e da Colômbia protagonizaram a primeira partida da noite na Arena da Amazônia. O placar ficou em 2 a 2. O primeiro gol saiu de uma cobrança de falta da meio campo colombiana Usme aos 25 minutos. A goleira americana Hope Solo levou um “frango” ao deixar a bola passar entre as pernas.

O gol de empate das americanas foi marcado aos 41 minutos do primeiro tempo pela atacante Dunn, após duas grandes defesas da goleira colombiana Sepulveda. Aos 13 minutos, a atacante Pugh, que entrou no lugar de Rapinoe, fez o segundo gol dos Estados Unidos.

A Colômbia conseguiu igualar o placar aos 44 minutos do segundo tempo, de novo com Usme. O empate foi muito comemorado pelas jogadoras. Ao fim do jogo, elas aplaudiram a torcida como forma de agradecimento pelo apoio. Apesar do empate, os Estados Unidos, que venceram as duas partidas anteriores com a França e a Nova Zelândia, já estão classificados para a próxima fase do torneio olímpico de futebol.

Vaias
As americanas foram muito vaiadas pela torcida. Aos gritos de “zika”, o público manauara também não perdoou a goleira Hope Solo, como ocorreu nas últimas partidas da equipe dos Estados Unidos. Antes de vir ao Brasil, a atleta publicou uma foto polêmica em uma rede social usando uma máscara, semelhante ao protetor utilizado por apicultores e mostrando uma grande quantidade de repelentes que levaria ao país para se proteger do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus Zika, da dengue e da febre chikungunya. Assim que chegou ao Brasil, a goleira pediu desculpas pela foto.

Fonte: Agência Brasil

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505