16/08/2016 08h39 - Atualizado em 16/08/2016 08h39

Michel Temer não vai à cerimônia de encerramento da Rio 2016 com medo de vaias

Para representá-lo, Temer deve convidar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O evento está marcado para domingo (21), no Maracanã.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Após ser vaiado durante sua rápida participação na cerimônia de abertura da Olimpíada, o presidente interino Michel Temer não deve comparecer no encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016, na semana que vem. A solenidade terá a presença do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e da nova prefeita de Tóquio, Yuriko Koike, pois a cidade japonesa vai sediar a próxima edição da Olimpíada.

Interlocutores de Temer dizem que ele tomou a decisão depois de consultar o Ministério das Relações Exteriores sobre a participação dos chefes de Estado locais nas últimas cerimônias que encerraram os jogos, em Londres (2012), Pequim (2008) e Atenas (2004). Em resposta, o Itamaraty informou que não é praxe dos presidentes dos países comparecerem ao encerramento e apenas da abertura.

Na última sexta-feira (12), em entrevista a jornalistas, o presidente interino disse que “deveria ir” à cerimônia. Para representá-lo, Temer deve convidar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O evento está marcado para domingo (21), às 19h15, no Maracanã. Apesar de não comparecer ao estádio, o presidente interino poderá ter um encontro bilateral com o primeiro-ministro japonês durante a rápida passagem de Abe pelo Brasil.

Fonte: Agência Brasil

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505