13/08/2016 15h57 - Atualizado em 14/08/2016 13h49

Presidente municipal do PPS agride filiados, militantes e candidatos do partido que se opõe a aliança entre PSDB/PMDB

Documentos de candidatos foram presos para impedi-los de se registrarem na chapa contrária a Arthur.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Presidente municipal do Partido Popular Socialista (PPS), David dos Feirantes, durante a madrugada dessa quinta-feira(11), ameaçou de morte o líder estudantil, Manoel Almeida, e agrediu filiados, militantes e candidatos do partido.

A confusão aconteceu porque, Davi dos Feirantes, prendeu os documentos pessoais de candidatos opostos à aliança entre PSDB e PMDB como forma de impedi-los de se registrarem na chapa contrária ao Prefeito de Manaus, Arthur Neto. Ao pedirem os documentos os candidatos foram atacados pelo presidente do partido que mostrou descontrole.

De acordo, Manoel Almeida, o PPS segue rachado nas eleições deste ano porque uma parte do partido não apoia a aliança de Arthur e Braga e o presidente regional, Guto Rodrigues, negociou por debaixo dos panos o abandono de apoio a candidatura de Marcelo Ramos para apoiar o tucano Arthur Neto e mudou todo o comando do partido colocando somente membros que estão filiados há menos de 6 meses e uma liderança como a de David dos Feirantes, que agride a militância que se opõe a essa trapaça.

“Nós fizemos convenção, optamos por caminhar com Marcelo Ramos por entendermos que Artur é um retrocesso independentemente do arco alianças que fez, nós vamos de Ramos até o fim, essa trapaça não passará, aqueles que entraram um dia desses no PPS querem vender o partido para o Artur e aqui ninguém está a venda”, declarou o líder estudantil.

Veja o vídeo:

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505