08/08/2016 15h56 - Atualizado em 8/08/2016 15h56

Susam orienta torcedores a adotarem alguns cuidados, antes da última rodada de jogos em Manaus

Os torcedores devem ingerir alimentos leves, beber bastante líquido, usar roupas arejadas e ter atenção aos alimentos comprados no entorno do estádio.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (09) acontece a última rodada do torneio de futebol das Olimpíadas Rio 2016, em Manaus, com a disputa das seleções femininas Colômbia x Estados Unidos e Brasil x África do Sul. O diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e integrante do Comitê Olímpico na área da Saúde, Bernardino Albuquerque, orienta os torcedores que vão prestigiar os jogos a adotarem alguns cuidados adicionais, antes das partidas.

Segundo ele, os torcedores devem ingerir alimentos leves, beber bastante líquido, usar roupas arejadas e ter atenção aos alimentos comprados no entorno do estádio, neste caso, para não correr o risco de consumir alimentos contaminados, que podem causar infecções gastrointestinais.

Ele diz que as principais ocorrências que estão sendo atendidas nos jogos na Arena da Amazônia estão relacionas a crises de cefaleia (dor de cabeça), hipertensão, dor abdominal e vertigem. “Estamos em um período de muito calor em Manaus, o que acaba gerando desconforto nas pessoas, dores de cabeça e aumento da pressão arterial, potencializado pela agitação típica desse tipo de evento. Por isso, é necessário redobrar os cuidados com a saúde, antes das partidas”, ressaltou.

Atendimentos
No segundo dia dos Jogos Olímpicos em Manaus, no último domingo (07), as equipes da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) realizaram 81 atendimentos. A maioria dos casos foi relacionada a problemas já mencionados. Apenas quatro pessoas foram removidas para unidades de saúde, duas delas devido a quedas (uma com torção de tornozelo e outra com um corte na altura da testa) e duas com crise de hipertensão.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, a Susam está atuando na Arena da Amazônia com uma equipe de 70 profissionais, entre médicos, enfermeiros, enfermeiros, fisioterapeutas e agentes administrativos. Além disso, 10 técnicos da área de Vigilância em Saúde estão trabalhando em parceria com o município, na fiscalização dos produtos alimentícios comercializados no local.

Estrutura de atendimento
A Susam instalou cinco postos de saúde na Arena da Amazônia, cada um com dois leitos. Dois postos estão funcionando no anel superior, um no podium e um no vestiário, este com dois leitos de suporte avançado. A Susam também montou uma área específica de Pronto-Atendimento, no podium, com dez leitos, incluindo dois de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No local, o atendimento é feito por três médicos, dois enfermeiros, cinco técnicos de enfermagem e dois técnicos de engenharia responsáveis por resolver quaisquer problemas com os equipamentos de saúde. No gramado do estádio, duas equipes formadas por médico e técnico de enfermagem ficam a postos, para atender os atletas.

Sete ambulâncias da Susam estão dando suporte ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Duas dessas ambulâncias ficam no gramado, para atender qualquer emergência com os atletas. Na Arena, conforme explicou o secretário Pedro Elias, está funcionando um Sistema de Regulação semelhante ao adotado na rede pública, ou seja, o paciente que necessita de remoção já sai de lá encaminhado para a unidade de saúde previamente definida.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505