17/08/2016 09h22 - Atualizado em 17/08/2016 09h22

Técnico de francês que perdeu para Thiago Braz diz que vitória veio por causa do candomblé e que o Brasil é um país bizarro

Renaud Lavillenie ficou com o segundo lugar após saltar 5,98m, cinco centímetros a menos que o brasileiro Thiago Braz.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O técnico do francês Renauld Lavillenie, que ganhou medalha de prata no salto com vara, sugeriu que Thiago Braz ganhou a competição com ajuda do candomblé.

“Thiago conseguiu um salto de 6,03m. Ele pode ter contado com a ajuda de forças místicas, talvez as do candomblé. (O Brasil) é um país bizarro”, afirmou Philippe d’Encausse, em entrevista ao jornal francês Le Monde.

Renaud Lavillenie ficou com o segundo lugar após saltar 5,98m, cinco centímetros a menos que o brasileiro Thiago Braz, que garantiu o primeiro ouro masculino na história do salto com vara no Brasil e ainda quebrou o recorde olímpico.

“Vice-campeão olímpico nesta noite com 5,98m, vencido pelo brasileiro por 6,03m. Dei tudo de mim e não tenho nenhum arrependimento. Uma prova inacreditável!! Só estou decepcionado com a total falta de respeito do público. Isso não é digno de um estádio olímpico. Mas estou contente com esta medalha”, escreveu ele.

Nas redes sociais, o atleta francês fez duras críticas ao comportamento do público no Engenhão (Estádio Olímpico).

A imprensa francesa também repercutiu as críticas de Lavillenie. No rádio e na TV, comentaristas disseram estar escandalizados com o comportamento do público.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505