08/08/2016 08h14 - Atualizado em 8/08/2016 08h14

Vereadores de Manaus: a vereadora de hoje é Therezinha Ruiz

Therezinha já foi secretária da Semed, época em que foi acusada de improbidade administrativa devido a locação de veículos.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O AM POST apresenta nesta segunda-feira (8), na série ‘Vereadores de Manaus’, a vereadora Therezinha Ruiz (DEM), também conhecida como ‘Professora Therezinha’, que já foi deputada estadual e exerce o seu primeiro mandato como vereadora. Atualmente ela é presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Therezinha foi acusada de improbidade administrativa apontada pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), quando estava à frente da Secretaria Municipal de Educação (Semed), exercício de 2009. A parlamentar foi acusada de praticar dano aos cofres públicos devido a locação de veículos. Existiam várias irregularidades como: especificação técnica diferente da exigida no edital de pregão, renovação de contratos com veículos defasados ou com preços superiores aos de mercado, gerando despesa de R$ 1,4 milhão.

Mesmo o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) também ter apontado pendências nas prestações de contas da então secretária, em junho deste ano, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) absolveu a vereadora da acusação.

Inelegível
Em junho deste ano, o TCE-AM divulgou uma lista de gestores e ex-gestores que têm pendência com o órgão e devido à isso, poderiam estar inelegíveis, o nome de Terezinha Ruiz estava na lista.

Professores
Apesar de presidir a Comissão de Educação na CMM e ser professora, a vereadora não agrada grande parte seus colegas docentes por ser da base do prefeito Arthur Neto (PSDB) e sempre defender, apoiar ou se calar diante dos projetos e decisões do Executivo, que não beneficiam como deveriam os profissionais. Exemplo disso é a aprovação do reajuste salarial de 9,28% para a categoria, que foi aprovado pela Câmara em duas parcelas este ano. A primeira paga no primeiro semestre e a outra somente no próximo ano. Mesmo com manifestações, pedidos e apelos de professores, a proposta que concedeu o reajuste em parcelas foi aprovada com a ajuda de Therezinha.

Em relação à polêmica sobre superfaturamento em prédios alugados pela Prefeitura para funcionamento de escolas, a professora Therezinha evitou falar no assunto e quando falou foi em defesa da versão da Prefeitura, de que não há nenhum tipo de superfaturamento em relação aos prédios onde funcionam algumas unidades de ensino na capital.

Cotão
No início de 2013, a vereadora apareceu na lista dos vereadores que usaram todo o recurso da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP) no valor de R$ 14 mil dos quais eles têm direito mensalmente.

Em janeiro do ano passado, ainda na época de recesso, Therezinha foi uma das parlamentares que mais utilizou o benefício, mais de 99% do valor. Já em dezembro do mesmo ano, ela gastou um total de R$ 13.996,40, quase a totalidade do valor disponível.

Homenagem à Goreth Garcia
A esposa do prefeito Arthur e secretária municipal de Assistência Social, Goreth Garcia recebeu em maio deste ano o ‘Diploma Cidadão de Manaus’ por propositura da vereadora Terezinha.
Segundo a parlamentar, a primeira-dama recebeu a homenagem pelo excelente trabalho que realiza à frente da Semmasdh.

E você leitor do AM POST concorda com isso?

A vereadora Therezinha Ruiz merece ser reeleita?

Fonte Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505