01/08/2016 07h12 - Atualizado em 1/08/2016 07h12

Vereadores de Manaus: o vereador de hoje é Hiram Nicolau

No início do mandato em 2013, Hiram figurava como um dos vereadores mais faltosos. Em 2015, eleito vice-presidente da CMM apresentou proposta para punir faltosos.
Foto: Tiago Correa/CMM
Foto: Tiago Correa/CMM

O AM POST apresenta nesta segunda-feira à população de Manaus, o vereador Hiram Nicolau (PSD), que está em seu primeiro mandato como vereador e atualmente é vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O parlamentar é irmão do deputado estadual Hiram Nicolau e é fiel aliado do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB).

Hiram, antes de ser eleito ao cargo de vice-presidente, era ouvidor da CMM na gestão de Bosco Saraiva, atual deputado estadual. Na época figura sempre em listas dos vereadores mais faltosos da Câmara, o que mudou depois de ser escolhido para ser vice-presidente da Casa Legislativa.

Durante o ano de 2014, quando ainda era apenas ouvidor, Nicolau ocupou a terceira posição no ranking dos faltosos. Ele marcou presença em 92 sessões e faltou a 22, com três faltas não justificadas e 19 por ‘motivo de força maior’.

Em seguida, em janeiro de 2015, quando já era vice-presidente, Hiram apresentou uma proposta de realizar sempre chamada nominal antes de votações para comprovação de presença de vereadores no plenário. A proposta causou polêmica entre os seus colegas de parlamento.

Que mudança drástica de atitude não é!? O acostumado a faltar entrando nas rédias por conta de um cargo e ainda querendo dar lição de moral aos outros parlamentares. Esse é o quadro dos nossos representantes municipais.

Hiram injetou na sua campanha para vereador no ano de 2012, um total R$ 244.818, 13, quando foi eleito com 8.003 votos.

Cotão

No início do mandato como vereador, em janeiro de 2013, mesmo ainda em recesso, o vereador apareceu entre os que mais consumiram a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), recurso destinado aos vereadores no valor de R$ 14 mil por mês. Hiram, que era novato na Câmara gastou no recesso um total de R$ 12 mil.

Em janeiro de 2015, também no recesso parlamentar, Hiram aparece em lista dos oito vereadores que gastaram um total R$ 112 mil juntos da Ceap e em todos os meses de 2015, o vereador gastou R$ 8 mil com aluguel de veículos.

X-9

Hiram também já foi conhecido por entregar os colegas de Parlamento ao prefeito Arthur. Em 2015, ele era chamado nos bastidores de ‘X-9’ pelos parlamentares da CMM. Vereadores afirmavam que ele era o principal ‘informante’ do Palácio Rio Branco’.

Neste ano, Hiram é um dos que disputam a cadeira de futuro presidente da CMM (biênio 2017-2018), mesmo que para isso precisa primeiro garantir sua reeleição em outubro.

Caro leitor, esse vereador merece ser reeleito?

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505