22/09/2016 16h53 - Atualizado em 23/09/2016 08h17

Artur Neto gastou R$ 2 milhões para planejar Faixa azul que parou Manaus nesta quinta-feira

A obra que não ajuda em nada a população só causa atrasos, congestionamentos e muita reclamação.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O prefeito Artur Neto pagou mais de R$ 2 milhões para a empresa Vetec Engenharia Ltda realizar os estudos e projetos de engenharia para a implantação da Faixa Azul nas avenidas Camapuã, Noel Nutels, Max Teixeira e Constantino Nery. Foram mais de R$ 2 milhões para pintar uma faixa azul na rua. A informação está publicada no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 25 de abril de 2016.

É dinheiro do povo de Manaus jogado fora numa obra que não ajuda em nada a população, pelo contrário, causa mortes, congestionamentos e muita reclamação!

Hoje, no primeiro dia de implantação da Faixa Azul nas avenidas da Zona Norte, dois acidentes ocorreram, um com vítima fatal. O aposentado Francisco Coelho Maciel, de 70 anos, morreu ao ser atropelado na faixa azul da avenida Max Teixeira, em frente ao Colégio da Polícia Militar, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Mais abaixo, na entrada do Manoa, uma mulher também foi atropelada na faixa azul.

No ano passado, quando a faixa azul passou a valer na avenida Constantino Nery, pelo menos três pessoas morreram e de lá pra cá perdeu-se o número de acidentes com vitimas lesionadas.

Quem precisou chegar ao trabalho vindo pelas avenidas da Zona Norte teve que enfrentar congestionamentos gigantescos porque a pista de velocidade, que agora pertence a Faixa Azul, estava proibida para o transito de carros particulares. Apenas os ônibus adaptados do BRT podiam transitar. Detalhe, de uma frota de mais de 1500 ônibus, apenas 90 rodam pela faixa azul.

img-20160922-wa0009

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505