09/09/2016 01h52 - Atualizado em 9/09/2016 13h47

Reservas ambientais no interior do Amazonas é ato contra o caboclo amazonense

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A criação de mais duas reservas ambientais no Amazonas, realizada pela presidente cassada Dilma Rousseff (PT), foi um verdadeiro atentado contra o caboclo amazonense.

Em seus últimos atos a Dilma Rousseff praticou um dos atos que muito prejudica o interior do nosso estado: Manicoré, Apuí, Humaitá e diversos municípios do Sul do Amazonas serão abraçados por mais uma reserva. No total de duas reservas impedindo que o caboclo possa produzir seu próprio alimento e fazer sua produção mínima de subsistência.

A decisão foi divulgada em 11 de maio deste ano, no Diário Oficial da União, com a edição de Decretos que criaram as áreas de Proteção Ambiental (APA) Campos de Manicoré, a Reserva Biológica (Rebio) Manicoré, o Parque Nacional (Parna) do Acari e as Florestas Nacionais (Flona) do Aripuanã e de Urupadi, além da ampliação da Flona Amana. Todas elas ficam no Amazonas e, juntas, ocupam área maior do que estado de Alagoas. A justificativa dos atos, segundo a ex-presidente da república, era proteger a diversidade biológica de maneira a garantir a perenidade dos serviços de ecossistemas e contribuir para a estabilidade ambiental da região.

Tomemos o exemplo de Apuí. Este Distrito possui 54.956 km². As áreas de Conservação criadas entre 2002 e 2006 abrangem parte do PARNA Juruena, FLONA Jatuarana, PAE Aripuanã Guariba, totalizando 42.285 km². Em percentual, essa área já abrangia 76,9% do território de Apuí. Com as novas criações, as UCs FLONA Aripuanã e PARNA Acari, juntas passam a 2.382 km². Somando com as já existentes, o total do Município de Apuí constituído por Unidades de Conservação é de 44.667,67 km², o que abrange 81,2% do território, com a decisão de Dilma o progresso econômico e social da comunidade, fica praticamente inviabilizado.

Nós parlamentares amazonenses temos que nos unir, na tentativa de reverter à criação das reservas ambientais. Mais duas reservas é uma maldade com o povo do interior. Uma maldade com a comunidade de Santo Antônio do Matupi, onde estamos brigando para pelo menos colocar uma antena de telefonia. Brasília manda criar reservas aqui que isolam o povo como se não fossem brasileiros.

Platiny Soares é deputado estadual pelo Partido Democratas

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505