09/09/2016 14h33 - Atualizado em 13/09/2016 20h37

Susam inicia distribuição de vacinas para a Campanha Nacional de Multivacinação

Até o momento, 23 dos 62 municípios já fizeram a retirada dos lotes extras de vacina para dar suporte à campanha.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) iniciou a distribuição, para os municípios do interior do Estado, das vacinas que serão utilizadas durante a Campanha Nacional de Multivacinação, a ser realizada de 19 a 30 deste mês de setembro. A campanha tem o objetivo de promover a atualização do esquema de imunização (cartão da vacina) nos menores de cinco anos de idade. Neste ano, também serão alvo desta estratégia as crianças de nove anos e os adolescentes entre 10 anos e menores de 15 anos (com 14 anos, 11 meses e 29 dias). Até o momento, 23 dos 62 municípios já fizeram a retirada dos lotes extras de vacina para dar suporte à campanha.

De acordo com o secretário estadual de saúde, Pedro Elias de Souza, a Campanha de Multivacinação pretende resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância quanto na adolescência, visando melhorar a cobertura e, assim, manter controladas e erradicadas diversas doenças.

No ano passado, mais de 200 mil doses de diversas vacinas foram aplicadas em todo o Estado. Segundo a coordenadora do Programa de Imunização da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Izabel Nascimento, estarão disponíveis em todos os postos de saúde do estado as 14 vacinas para crianças e cinco para os adolescentes que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação. Para crianças menores de cinco anos, estarão disponíveis a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Tríplice Viral, Varicela, DTP infantil, Poliomielite e Hepatite A, entre outras. E as crianças de nove anos e adolescentes de 10 a menores de 15 anos, serão protegidos contra Hepatite B, Tríplice Viral, Febre Amarela, HPV, entre outras. “As crianças entre seis e nove anos que tiverem com alguma das vacinas atrasadas também deverão comparecer as unidades de saúde”, disse.

A coordenadora ressalta que é fundamental que os pais levem as crianças e adolescentes até as unidades de saúde com a caderneta de vacinação, para que os profissionais avaliem se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas, para completar o esquema vacinal para cada vacina. Ela acrescenta que no sábado, dia 24, será realizado o “Dia D” da campanha.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505