22/09/2016 06h42 - Atualizado em 22/09/2016 06h42

Zona Leste vai ganhar o Parque Florestal da Juventude, diz Hissa

A obra deverá ser semelhante ao Complexo Turístico da Ponta Negra, Zona Oeste.
Foto: Michael Dantas
Foto: Michael Dantas

Em reunião com moradores do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, o prefeiturável Hissa Abrahão, da coligação “Novas Ideias, Novo Caminho” (PDT/PSDC), assumiu o compromisso de construir entre as zonas Norte e Leste, o Parque Florestal da Juventude, obra semelhante ao Complexo Turístico da Ponta Negra, Zona Oeste.

Hissa Abrahão considera inconcebível o fato de a zona mais populosa da capital não ter sido contemplada com uma área de lazer e convivência de qualidade. Ele ressaltou que diariamente centenas de moradores se deslocam até a Bola do Produtor, local onde praticam atividade esportiva de forma improvisada. “Carentes de uma área de esporte e lazer de referência, eles se arriscam em meio aos carros para atravessar a rotatória e ainda respiram os gases dos escapamentos dos veículos, que são totalmente prejudiciais à saúde”, declarou.

Hissa relembrou que em 2012, quando foi eleito vice-prefeito, em seu plano de governo estava prevista a construção do parque, algo que o atual prefeito não tirou do papel. “Infelizmente a Zona Leste não foi priorizada pela atual gestão. Deixei o projeto do parque pronto quando saí da prefeitura. Mas preferiram governar para a área nobre”, disse o pedetista, ressaltando que em sua gestão, os moradores das duas maiores zonas vão desfrutar da “Nova Ponta Negra”.

“Não terá o rio Negro, mas será um complexo semelhante, com todas as vantagens. Na minha gestão, finalmente os moradores terão uma área para a prática da zumba, futebol, basquete, vôlei, ginástica, dança, praça de alimentação e anfiteatro à disposição. Se fizeram na área nobre por que não construir nas zonas periféricas? Vamos construir. Nosso compromisso!”, garantiu o prefeiturável.

Recurso

Hissa argumentou que o recurso virá de parceria de bancos internacionais e de investimento da própria prefeitura. “Se há dinheiro para a propaganda, há dinheiro para construir o parque ao longo de quatro anos. Os bancos vão subsidiar o projeto que será referência naquela região”.

O estudante de administração, Bruno Souza,24, que mora na comunidade Novo Aleixo, Zona Leste, acredita que o projeto dará uma nova cara àquela área. “O poder público sempre deixou de lado os bairros da Zona Leste. É só visitar os bairros para perceber as praças abandonas, campos de futebol deteriorados pelo tempo. Será um ponto de entretenimento, de comercial para os pais de família e turístico para a cidade”, comentou.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505