17/10/2016 17h57 - Atualizado em 18/10/2016 10h44

Empresa que recebeu R$ 3 milhões de Artur Neto funciona numa lavanderia

A denúncia de que no endereço da empresa está uma oficina e uma lavanderia foi ao ar nesta segunda-feira (17) no programa Alô Amazonas da TV A Crítica.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No endereço da empresa que recebeu mais de R$ 3 milhões da prefeitura de Artur Neto e está envolvida na operação Maus Caminhos da Polícia Federal funciona uma oficina e uma lavanderia, no bairro da Praça 14, na zona Sul de Manaus. A empresa D de Azevedo Flores – ME, de propriedade de Davi de Azevedo Flores, um dos 19 presos pela PF, celebrou três contratos com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com autorização do secretário Homero de Miranda Leão. Um dos contratos, sem licitação, era para a empresa realizar serviços de Call Center do Samu e de combate ao mosquito da Dengue.

A denúncia de que no endereço da empresa está uma oficina e uma lavanderia foi ao ar na tarde desta segunda-feira (17) no programa Alô Amazonas da TV A Crítica.

A reportagem descobriu que na razão social da empresa diz que ela tem autorização para prestar serviços que vão desde recarga de cartuchos de impressora à terraplanagem para a construção civil.

O Ministério Público do Estado (MPE-AM) informou hoje que já está com um Inquérito Civil para investigar irregularidades nos contratos firmados entre Artur Neto e as empresas de presos na Operação Maus Caminhos.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505