Farsa de Artur Neto é desmontada em menos de 24 horas

O programa de Artur Neto, invadiu a casa de Dona Maria de Lourdes para tentar desmentir a informação dada por ela no programa de Marcelo.
22/10/2016 14h44 - Atualizado em 22/10/2016 14h48
Foto: reprodução

Não demorou nem 24h e mais uma mentira criada pelo prefeito Artur Neto contra a campanha de Marcelo Ramos foi desmascarada. A equipe de produção do prefeito Artur invadiu a casa de Dona Maria de Lourdes da Silva Arruda, no bairro do Jorge Teixeira, zona Norte, e gravou imagens sem autorização para tentar desmentir a informação dada por ela no programa de Marcelo Ramos de que lhe era negado o direito da tarifa social, de que seu nome foi incluído no SPC/Serasa por falta de pagamento do IPTU e por não ter abastecimento de água da Manaus Ambiental.

Com uma produção cinematográfica, usando drones, e sem entrevistar diretamente o marido de Dona Louders, o programa do prefeito Artur Neto, ultrapassou os limites da decência e da falta de respeito, ao invadir a casa e ligar a torneira da casa da moradora sem autorização. No vídeo de Artur o locutor afirma que “não falta água”, mas esqueceu de dizer que a tubulação foi ligada dia 19, quarta-feira, depois do programa de Marcelo ir ao ar, dia 15 de outubro.

“Eles estão me perseguindo porque eu sou uma catadora. Eu tenho muito mais moral do que ele (prefeito Artur). Quando eu pedi socorro na televisão, com uma semana eles vieram ligar a água. Eu não tenho medo de dizer não: eu pedi socorro. Eu não sou uma pessoa de mentir. Eu tenho 52 anos de idade e não preciso mentir. Quer dizer que é crime pedir socorro por um direito da gente”, afirmou dona Lourdes.

Segundo o marido de Dona Louders, Gregório Arruda, a equipe de produção de Artur Neto se aproveitou de sua deficiência visual e se fez passar por vendedores de produtos de limpeza. “Eles me enganaram. Chegaram com muita gente ai na frente. E eles me enganaram falando que vendiam um produto de limpeza. E procuraram com o que eu lavava as vasilhas e eu disse que era sabão e Bombril e eles pediram pra ver. Eu disse que podia. Eu entrei para buscar o Bombril e o sabão e eles invadiram a minha casa. Quando eu cheguei no pé da pia o outro abriu a torneira, tinha um pouquinho de água na caixa, e ele disse, opa, tem água aqui. E se virou pra mim e disse que eu não ia ganhar o produto. Ele quer ganhar a qualquer custo, mentindo e invadindo as casas”, declarou Gregório Arruda.

Outra mentira
Esta foi mais uma armação para tentar influenciar o resultado da eleição, mas fracassou, a exemplo do caso do garoto Anderson, em 2000. O caso foi levado ao ar pelo mesmo marqueteiro atual de Artur, jornalista Marcos Martinelli. Naquela campanha, Martilelli era o responsável pela campanha de George Tasso, candidato de Artur à Prefeitura de Manaus.

Artur, na época se aliou a Eduardo Braga, para armar essa farsa que foi alvo de investigação da Polícia Federal. Eduardo Braga acabou sendo derrotado pelo então candidato à reeleição, Alfredo Nascimento.

Veja o vide com a farsa de Artur Neto desmascarada:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso