11/10/2016 08h28 - Atualizado em 11/10/2016 08h28

Militantes de Artur realizam tumulto com ameaças e tiros em comício de Marcelo Ramos na zona Norte

Um grupo ligado a Elvys Damasceno, ex-secretário de esportes, tentou acabar com o comício no bairro Terra Nova.
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

A insensatez, truculência e a barbárie da união entre Artur Neto e Eduardo Braga, ambos com histórico de violência contra o povo do Amazonas em suas administrações, começam a sair dos bastidores e da Internet e invadir as ruas. O alvo principal nessa política de mentiras do prefeito Artur é seu adversário Marcelo Ramos, que aparece vencendo nas pesquisas de 2º turno contra Artur. Um grupo de militantes da campanha de Artur Neto ligados a Elvys Damasceno, ex-secretário de Esportes do Prefeito e que disputou a eleição para vereador pelo PSDB este ano, tentou acabar com o comício de Marcelo no bairro da Colônia Terra Nova, zona Norte de Manaus.

Imediatamente a população que ouvia o discurso de Marcelo Ramos se insurgiu contra os baderneiros militantes do prefeito Artur Neto. A polícia foi chamada para verificar a situação e acabou prendendo entre os baderneiros um dos assaltantes que havia roubado um ônibus minutos antes próximo ao comício.

Na Internet, Marcelo Ramos classificou de “desespero sem limites” a ação promovida pelo prefeito na reta final das eleições municipais.

“Não satisfeito em forjar vídeos, inventar mentiras, achincalhar a vida das pessoas, usar servidores pagos com dinheiro da prefeitura pra ofender a minha honra e da minha família, chantagear servidores simples que dependem de seus empregos na Prefeitura de Manaus, agora, partiu para agressões e ameaças nos nossos comícios”, disparou Marcelo.

Segundo testemunhas a PM disse que os assaltantes aproveitaram o tumulto provocado pelos militantes no comício para tentar fugir da perseguição.

Leia a íntegra da nota oficial postada pelo candidato Marcelo Ramos:

“O desespero do meu adversário não têm limites.
Não satisfeito em forjar vídeos, inventar mentiras, achincalhar a vida das pessoas, usar servidores pagos com dinheiro da prefeitura pra ofender a minha honra e da minha família, chantagear servidores simples que dependem de seus empregos na PMM, agora, partiu para agressões e ameaças nos nossos comícios.
Agora a pouco no nosso comício do Terra Nova militantes foram contratados para atacar as pessoas e tentar gerar uma grande confusão.
O tiro saiu pela culatra. O povo se levantou contra os militantes para me ouvir e voltei para falar dos sentimentos bonitos que nos movem, do amor pelas pessoas e do desejo de mudança.
Somos vítimas de uma campanha feia, cheia de ódio, recheada de mentiras.
Não é fácil, mas precisamos manter a serenidade e o equilíbrio, certos de que a mentira nunca vence a verdade, o medo nunca vence a esperança, a covardia nunca vence a coragem.
Não tem jeito. Quando o povo se engraça com uma ideia, quando a palavra de um homem toca o coração das pessoas, não tem dinheiro, não tem ameaça, não tem chantagem que vença.
Agradeço o carinho do povo do Terra Nova. Retribuiremos tanto carinho cuidando bem da cidade e das pessoas. Não haverá força capaz de deter o desejo de mudança do povo manauara.
Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.
Josué 1:9

Marcelo Ramos/Josué Neto

Veja a foto dos assaltantes:

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505