Dupla que matou motorista a facadas durante assalto a ônibus em Manaus é presa

Em protesto pela morte do motorista trabalhadores da empresa de ônibus Global Green paralisaram suas atividades nesta segunda-feira (14).
14/11/2016 14h26 - Atualizado em 15/11/2016 11h27
Foto: divulgação/PC

A Policia Civil apresentou na manhã desta segunda-feira (14) os irmãos Adailton Farias Nunes, 24, e Isaias Farias Nunes, 19, que mataram a facadas o motorista Feitosa de Amorim Félix, 41, durante um assalto na linha 093, no conjunto Castanheiras, bairro Zumbi dos Palmares, Zona Leste.

De acordo com o delegado, titular do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Christiano Castilho, os irmãos foram detidos por populares em via pública depois do crime e em seguida presos pela Polícia Militar e apresentados no 14º DIP.

O delegado informou que os infratores entraram no transporte coletivo da linha 093 conduzido por Feitosa. Eles abordaram a cobradora, uma mulher de 56 anos, na parte de trás do veículo, e pegaram cerca de R$ 55 do caixa. Após cometerem o roubo, a dupla tentou fugir pela frente do coletivo, mas o motorista não conseguiu abrir a porta. Em seguida Isaias e Adailton começaram a agredir a vítima, travando uma luta corporal.

O motorista foi levado em estado grave para o Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio, no bairro São José, zona Leste, mas não resistiu aos ferimentos.

“Em depoimento, eles disseram que acharam que Feitosa estava dificultando a fuga deles e por isso desferiram golpes de faca nas costas da vítima. Durante o crime, a cobradora conseguiu fugir com os demais passageiros que estavam no coletivo pela porta de trás. Os autores foram detidos e agredidos por populares que presenciaram o crime e em seguida foram levados por policiais militares ao 14º DIP. Com eles, foram apreendidos uma arma branca, faca tipo peixeira e R$ 55 em espécie que havia sido roubado do caixa do ônibus”, explicou o delegado.

Ao chegar na delegacia, foi constatado que Adailton já havia passagem pela polícia por tráfico de drogas. Os irmãos foram indiciados por latrocínio (roubo seguido de homicídio). Ao término dos trâmites legais na delegacia eles serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão permanecer à disposição da Justiça.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso