Justiça autoriza Adail Pinheiro a cumprir pena em prisão domiciliar com tornozeleira

Condenado a 11 anos de prisão, agora Adail poderá ficar em casa durante todo o dia e à noite, não sendo necessário retornar à unidade prisional.
09/11/2016 14h15 - Atualizado em 10/11/2016 08h06
Foto: Reprodução

O ex-prefeito do município de Coari, Adail Pinheiro, ganhou o direito de cumprir pena em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. A decisão foi autorizada pelo juiz titular da Vara de Execuções Penais (VEP), Luís Carlos Valois, nesta semana.

No dia 1º de novembro a defesa do ex-prefeito conseguiu sua transferência do regime fechado para o semiaberto e a gora ele foi autorizado a prisão em casa. Condenado a 11 anos de prisão, agora Adail poderá ficar em casa durante todo o dia e à noite, não sendo necessário retornar à unidade prisional.

Ele não poderá se afastar da residência em mais de 500 metros durante o dia e em mais de 100 metros durante a noite. Caso descumpra alguma das medidas, ele poderá voltar ao regime fechado.

Adail está preso desde dia 8 de fevereiro de 2014 acusado de liderar uma rede pedofilia e exploração infantil no Amazonas.

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso