Universitário rouba carro e vende para dono de oficina em Manaus; os dois foram presos

Após o roubo, Yggor levou o veículo até a oficina de Carlos André e vendeu para o mecânico pela quantia de R$ 1.500.
23/11/2016 15h01 - Atualizado em 23/11/2016 15h06
Foto: divulgação

O universitário Yggor Hudson da Silva Lima, 22, e o mecânico Carlos André Feitosa Veiga, 40, foram apresentados na manhã desta quarta-feira (23) no prédio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), situada na avenida Professor Nilton Lins, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. A dupla foi presa na terça-feira (22), respectivamente, por roubo e receptação.

Yggor foi detido em frente a uma faculdade particular, onde cursa Administração, situada na avenida Constantino Nery, bairro Chapada, Zona Centro-Sul, enquanto Carlos André foi preso na oficina dele, localizada na rua Dom Aquino, antiga São Lázaro, bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte.

Segundo a delegada Sansha Sodré, adjunta da Derfv, Yggor roubou no dia 14 de novembro deste ano, um carro, modelo Saveiro, de cor branca e placa OAJ-9274, na rua Santa Inês, bairro Coroado, Zona Leste. Na ocasião, o universitário contou com a ajuda de dois homens, ainda não identificados, para cometer o delito. No dia do roubo, o infrator, juntamente com os comparsas, avistou a vítima, uma estudante universitária de 24 anos, e realizou o assalto utilizando uma arma de fogo.

Após o roubo, Yggor levou o veículo até a oficina de Carlos André e vendeu para mecânico pela quantia de R$ 1.500. No momento da prisão do mecânico, ele se apresentou com o nome do irmão, Aldenei. O infrator revelou, em depoimento, que iria desmanchar o carro para vender as peças e que tinha ciência de que veículo era roubado.

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi constatado que Carlos André também estava foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena no regime semiaberto por roubo majorado.

Yggor responderá pelo crime por roubo majorado. Já Carlos André foi autuado em flagrante por receptação qualificada e falsa identidade. Ambos serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso