Brasil goleia Rússia e ao lado da Itália se classifica para a final de Torneio Internacional

É a segunda vitória da Seleção pela Copa Caixa Internacional de Futebol Feminino.
12/12/2016 10h27 - Atualizado em 12/12/2016 17h40
Foto: Mauro Neto/Sejel

A Seleção Brasileira conquistou a segunda vitória pela Copa Caixa Internacional de Futebol Feminino, na tarde deste domingo, dia 11, na Arena da Amazônia. Desta vez, a Rússia acabou sofrendo com o futebol de qualidade apresentado pelas meninas do time canarinho, que goelaram por 4 a 0 a adversária. Na primeira partida da segunda rodada, a Itália venceu a Costa Rica por 3 a 0. A competição recebe apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O resultado deixou a seleção canarinho com a vaga na final do torneio, ao lado da Itália que antes da finalíssima no próximo domingo, dia 18, se enfrentam na próxima quarta-feira, 14, às 20h15.

“O empate nos favorece, a gente tem que jogar sim com o regulamento, mas sempre em busca da vitória. A equipe tem que ser agressiva, mas sempre em busca da vitória. Volto a frisar: organização defensiva tem que ser importante. Se a gente sair daqui sem tomar nenhum gol vou estar satisfeita. Temos que levar menos gols do que vinha acontecendo no histórico da Seleção”, declarou a treinadora Emily Lima, falando da importância de todas as atletas.

“O grupo é que leva ao título. As 23 jogadoras são importantes. Temos uma equipe e não um time. O time ganha jogos e equipe ganha títulos. Então essa é a filosofia nova da Seleção Brasileira”, ressaltou.

Artilheira da Copa anotando quatro gols (dois no jogo de estreia contra a Costa Rica e mais dois na tarde de hoje), Bia quer contribuir cada vez mais com o time e aumentar esta conta. “Eu sempre procuro dar o meu melhor em campo, ajudando também com as assistências e fiquei muito feliz com os gols marcados. A gente vem desempenhando o que vem sendo pedido pela Emily e estamos dando o nosso melhor”, comentou a atacante.

Tarde de Bia e Debinha

Precisando apenas de um empate para conquistar a vaga na final, a Seleção Brasileira não teve dificuldades em dominar a partida. Com uma Rússia fechada e jogando nos contra-ataques, a seleção precisou tão somente contar com a velocidade das alas e da qualidade individual para abrir o placar. Aos 12, em rápida jogada, Bia recebeu na entrada da grande área, avançou para o gol, se livrou da zaga russa e tocou na saída da goleira: 1 a 0.

A pressão brasileira por pouco não resultou em mais gols. Formiga, Bia e Rafaelle que por ora tinham as bolas salvas pela zaga, ou explodiam na trave. Mas aos 42, Bia fez cruzou da esquerda e Debinha mergulhou no meio da área para estufar as redes da goleira Grichenko.

Na segunda etapa, a dupla que brilhou no primeiro tempo voltou atacar. Primeiro foi Bia que marcou o terceiro e depois Debinha que aumentou o placar, antes dos 15 minutos de jogo. A festa ficou completa no apito final, quando as atletas e a própria Emily fizeram questão de atender os torcedores.

Cumpriu o favoritismo

Favorita a estar na final da competição, a seleção italiana cumpriu o dever de casa e venceu a Costa Rica. Em meio as dificuldades, a Azzurra construiu a vitória com o gol feito aos oito minutos do primeiro tempo. Boatting lançou para a Gabbiadini que recebeu na entrada da área, avançou no meio de três marcadores, se antecipou a goleira Diniia e tocou para o fundo do gol: 1 a 0.

No segundo tempo, a Itália aumentou o placar no golaço de cobertura de Piemont, aos 19 minutos: 2 a 0. Aproveitando a fragilidade do esquema defensivo das costarriquenhas, Ilaria Mauro marcou o terceiro gol.

Para o confronto contra o Brasil, o técnico da Azurra, Antonio Cabrini, declarou que não pretende mexer ou mesmo montar um esquema especial para partida contra o Brasil.

“Vamos fazer o mesmo jogo. Não vamos mudar, vamos com o mesmo esquema. O que estamos fazendo é experimentar as meninas para elas darem o máximo nas partidas”, afirmou.

Próximos jogos

Na próxima quarta-feira, dia 14, a Copa Caixa Internacional de Futebol Feminino entra na reta final. A Seleção Brasileira enfrenta a Itália, às 20h15, antes a Costa Rica encara a Rússia, às 17h30. As duas equipes vão brigar pela terceira posição do torneio.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso