Comissão do TRE considera hospedagem de Artur em hotel de luxo grave e da parecer pela reprovação de contas

A reprovação pode impedir a diplomação do prefeito.
13/12/2016 16h08 - Atualizado em 14/12/2016 09h26
Foto: reprodução

O prefeito reeleito de Manaus, Artur Neto (PSDB), teve parecer pela reprovação de contas da campanha eleitoral pela Comissão de Prestação de Contas do Tribunal Regional Eleitoral assinado pelo chefe da CPC, Hernan Batalha. O parecer foi anexado ao processo que segue para o Ministério Público Eleitoral.

Os gastos do candidato com hospedagem em hotel de luxo em Manaus, não acobertados pela Resolução 23463/2015 e a emissão de nota fiscal no valor de 230 mil reais referentes a gastos com pesquisas eleitorais foram considerados graves.

Depois do parecer do MPE, o juiz Gildo de Carvalho dará sua decisão sobre as contas de Artur Virgílio. A reprovação pode impedir a diplomação do prefeito.

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso