Equipe da Dema apreende 200 m³ de madeira irregular durante operação em Manacapuru e Novo Airão

Uma operação foi realizada nos dias 18 e 19 de dezembro.
22/12/2016 09h06 - Atualizado em 22/12/2016 09h09
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), Samir Freire, deflagrou na manhã de domingo, dia 18, às 7h, ação denominada “Mapinguari”, que seguiu até a última segunda-feira, dia 19, às 19h, nos municípios de Manacapuru e Novo Airão, onde foram apreendidos 200 metros cúbicos de madeira em situação irregular, cinco quelônios, uma espingarda calibre 32 e duas motosserras.

De acordo com Samir Freire, a operação teve por objetivo averiguar denúncias de extração ilegal de madeira e contou com a participação de servidores lotados no Batalhão de Policiamento Ambiental da Polícia Militar, fiscais do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e peritos do Instituto de Criminalística (IC), vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM).

“As equipes iniciaram as abordagens em sete serralherias localizadas em dois ramais em Manacapuru e Novo Airão. Constatamos, ao longo das diligências, que duas serralherias não tinham licença para o uso de motosserras”, explicou Freire.

Conforme a autoridade policial, foram apreendidos durante a operação 200 metros cúbicos de madeira irregular, cinco quelônios, uma espingarda calibre 32 e duas motosserras. Na ocasião, Arilson do Nascimento Cunha, 46, foi indiciado por desmatamento e Mário Antonio Ferreira de Souza, 36, foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Na Delegacia Interativa de Manacapuru foi arbitrada fiança no valor de R$ 440 a Mário. O valor estipulado foi pago pelo infrator e em seguida ele foi liberado para responder pelo crime em liberdade. Arilson foi conduzido à uma base provisória do Ipaam naquela região, onde foram realizados os procedimentos cabíveis e ele posteriormente foi liberado.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso