Parlamentares do AM são acusados de participar de esquema de corrupção em Iranduba

David Almeida (PSD), Ricardo Nicolau (PSD) e Francisco Souza (PTN) participaram de esquema que desviou R$ 56 milhões do município.
20/12/2016 15h32 - Atualizado em 21/12/2016 09h56
Foto: AM POST

Beneficiários do esquema de corrupção que desviou R$ 56 milhões do município de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus) os deputados estaduais David Almeida (PSD), Ricardo Nicolau (PSD) e Francisco Souza (PTN) foram denunciados pelo ex-secretário de Finanças do município, Davi Queiroz, que os citou em depoimento à Justiça, na sexta-feira (16) na “Operação Cauxi”.

Os três deputados estaduais acusados por Davi Queiroz de participar do esquema de desvio de recursos do município de Iranduba pertencem à base governista da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

O ex-secretário acusou ainda ex-parlamentares e ex-prefeitos de favorecimento na rede de desvio de recursos. O “dossiê” detalhando com o envolvimento dos parlamentares, que tem foro privilegiado, será enviado pelo juiz Jorsenildo Dourado do Nascimento, titular da 1ª Vara de Iranduba, ao procurador-geral de Justiça, Fábio Monteiro, nos próximos dias para averiguação.

Deputados negam
Em nota os deputados afirmam desconhecer as informações citadas na reportagem e dizem que nunca tiveram nenhum contato com o ex-secretário de Finanças, Davi Queiroz, preso na operação “Cauxi”, deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Amazonas.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso