Detentos suspeitos de comandar massacre no Compaj são transferidos para presídios federais

Os quinze presos foram identificados como os responsáveis pelo massacre após investigações da Polícia Civil.
11/01/2017 10h22 - Atualizado em 11/01/2017 15h44

Foto: Divulgação


Na manhã desta quarta-feira (11), quinze presos suspeitos de comandar o massacre em presídios da capital foram transferidos para unidades prisionais federais, segundo informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), é que foram levados para outros estados.

Eles foram identificados durante investigação da Polícia Civil como suspeitos de serem os responsáveis pela chacina ocorrida no primeiro dia do ano, que deixou 56 mortos no Compaj e em seguida outros quatro mortos na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP).

Lista de transferidos:

Wilson Guimarães Fernandes
Fábio Palmas de Souza
Lenon Oliveira do Carmo
Heliuton Cabral do Carmo
Eduardo Queiroz Araújo
Demétrio Antônio Matias
Marcio Ramalho Diogo
Janes do Nascimento Cruz
Cláudio Dyan Felizardo Belfort
André Said de Araújo
Florêncio Nascimento Barros
José Bruno de Souza Pereira
Gileno Oliveira do Carmo
Reginaldo Muller Neto
João Ricardo Santos da Costa

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso