Empresa responsável pela administração do Compaj teria bancado campanha de Carlos Souza

O ex-deputado federal que é réu por tráfico de drogas teria sido ajudado com cerca de R$ 800 mil pelo grupo Umanizzare.
06/01/2017 14h55 - Atualizado em 7/01/2017 14h21
Foto: reprodução

A campanha de reeleição do ex-deputado federal (PSD), Carlos Souza, que é réu por tráfico de drogas teria sido ajudada com cerca de R$ 800 mil pelo grupo Umanizzare, responsável pela administração do Complexo Prisional Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. A informação é do site O Antagonista que afirma ter descoberto o esquema.

A quantia, segundo o site, teria sido doado pelas empresas Auxílio Agenciamento e da LCJ Participações, e pelos sócios Lelio Vieira Carneiro e seus filhos Frederico Carneiro e Lelio Carneiro Jr, além de Regina Celi – os dois últimos donos da Umanizzare.

A investigação contra Carlos Souza começou em 2009, quando era vice do prefeito de Manaus, Amazonino Mendes. Ele chegou a ser preso e liberado 8 dias depois. O caso subiu para o STF em 2011, mas voltou para a Justiça do Amazonas em 2015 – Souza não conseguiu ser reeleito em 2014.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso