José Melo discute policiamento ostensivo nas ruas de Manaus e pauta de Meio Ambiente

O governador avaliou o balanço da “Operação Águia”, realizada entre os dias 22 e 24 deste mês, na capital.
25/01/2017 17h43 - Atualizado em 25/01/2017 17h44

Foto: divulgação


O reforço do policiamento ostensivo nas ruas de Manaus e o desenvolvimento da Nova Matriz Econômica fizeram parte da agenda de compromissos do governador José Melo na manhã desta quarta-feira, 24 de janeiro, na Sede do Governo, bairro Compensa I, zona oeste de Manaus. Os encontros com os representantes dos órgãos aconteceram antes da viagem do governador José Melo para a cidade de Macapá (AP), onde irá participar, nos dias 26 e 27, do Fórum de Governadores da Amazônia Legal.

Reunido com a atual cúpula da Polícia Militar do Amazonas, o governador avaliou o balanço da “Operação Águia”, realizada entre os dias 22 e 24 deste mês, na capital e na Região Metropolitana de Manaus. A operação teve o objetivo de assegurar a tranquilidade e combater os crimes contra a vida. A determinação do governador é que se tenha policiamento ostensivo dos órgãos de segurança do Estado nas ruas de Manaus para garantir a segurança dos amazonenses.

“Não vamos tolerar crimes e assaltos em nossa cidade. Para isso iremos intensificar a segurança diariamente para que a população possa caminhar e trabalhar com dignidade no seu dia a dia. Nessa reunião, alinhei com o comandante da PM, coronel David de Souza Brandão, e com o subcomandante, o coronel Walter Cruz,, para que o efetivo policial esteja presente de maneira a garantir a ordem e uma polícia mais presente da comunidade”, ressaltou o governador.

‘Protocolo de Intenções’
Após reunir com a Polícia Militar, o governador dialogou com representantes do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) e do Instituto de Proteção Ambiental da Amazônia (Ipaam) para tratar de aspectos da nova Matriz Econômica Ambiental. Durante o encontro, ficou encaminhado para a avaliação e aprovação um “Protocolo de Intenções” junto à Cooperação Andina de Fomento (CAF). O protocolo é uma aliança entre estados da Amazônia Legal no Brasil e estados do México e Peru. A intenção é que esses Estados e a CAF trabalhem para captar recursos para investimentos na preservação de florestas.

Melo reunião

Fórum
Em Macapá, o governador José Melo participa do Fórum com os governadores dos nove Estados que compõem a Amazônia Legal para avaliar avanços das edições anteriores do Fórum e estabelecer novas metas para uma agenda conjunta para o desenvolvimento da região amazônica.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso