Justiça autoriza greve dos rodoviários se prefeitura não cumprir o que prometeu

Apenas 50% da frota de ônibus da capital está autorizada a parar na próxima segunda-feira (23), porém, presidente do sindicato, afirma que aguarda negociação com prefeitura e empresários até o dia 27.
19/01/2017 18h42 - Atualizado em 20/01/2017 10h26

Foto: reprodução


O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Manaus está autorizado pela Justiça do Amazonas a paralisar 50% da frota de ônibus da capital na próxima segunda-feira (23). A autorização foi feita pelo juiz Adílson Maciel Dantas, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/11ª Região).

Segundo o presidente do Sindicato, Givancir de Oliveira Silva, a categoria está esperando o prazo de dez dias de negociação com prefeitura e empresários para tentar evitar a greve caso contrário eles voltarão a cruzar os braços.

“A Justiça disse que podemos fazer a grave a partir de segunda-feira. Mas vamos aguardar o prazo de dez dias que a Prefeitura nos deu, pois fiz um acordo com o prefeito Arthur, e vou cumprir. Mas se até a próxima sexta-feira nada for decidido, vamos publicar o edital de greve no mesmo dia. Vamos parar 50% da frota como a justiça nos permitiu”, destacou Givancir.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso