Semed apresenta metas pedagógicas para 2017

A meta é crescer 15% na nota do Ideb e ter 95% dos alunos da rede alfabetizados.
29/01/2017 12h31 - Atualizado em 29/01/2017 12h31

Foto: Reprodução


Crescer 15% na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e ter 95% dos alunos da rede alfabetizados é a meta pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para 2017. Os números foram apontados após um levantamento feito pela Gestão Integrada da Educação (Gide) e apresentados na última sexta-feira, 27, aos chefes de setores da secretaria durante o primeiro Painel Gerencial Pedagógico do ano.

A nota da rede municipal de ensino no último Ideb foi de 5,4 para os anos iniciais (1º ao 5º ano) e 4,3 para os anos finais (6º ao 9º ano). Para este ano, o objetivo é alcançar as médias de 6,2 e 4,9 respectivamente. O crescimento, de acordo com a coordenadora geral da Gide, Musa Rosas Varela, é possível, já que foi proposto após estudos realizados junto às unidades de ensino.

“Nós estabelecemos a meta da rede a partir do estudo dos resultados dos anos anteriores e visualização aquilo que podemos avançar, algo que seja realizável. Ela não é impossível, desde que a gente tenha ações de impacto que melhorem os resultados e cada segmento execute essas ações. Nós temos um plano bem elaborado com estratégias e ações, que se forem executados dentro do prazo, temos garantia de melhoria de resultado”, explicou.

A fim de chegar aos resultados propostos, durante o Painel Gerencial Pedagógico, os participantes debateram os indicadores do plano de ação global: índice de frequência dos professores, prevenção do abandono, recuperação dos alunos e cumprimento do currículo. O próximo passo será traçar o plano estratificado, onde cada escola e Divisão Distrital Zonal (DDZ) indicará sua meta, levando em conta suas especificardes.

A secretária Kátia Schweickardt participou da atividade e durante as discussões, destacou a importância de todos os setores organizarem a documentação e alimentarem os sistemas de gestão Semed.

“Dá trabalho, eu sei, mas para obter sucesso não tem nada fácil. Precisamos dessas informações em todos os níveis. Isso é um direito dos nossos alunos e um dever nosso como gestor, para que a gente encontre soluções para os nossos problemas e avançarmos. Vai ser um ano bom. Apesar de nossas dificuldades, nós estamos bem perto das nossas metas”, disse.

A subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Trajano destacou, durante a reunião, o trabalho integrado desenvolvido pelas subsecretarias para alcançar esses índices.

“Aqui nós reunimos os dois departamentos da subsecretaria de gestão, o departamento de gestão educacional e o departamento geral de distritos, a fim de alinharmos essas ações de 2017, desenvolvendo um trabalho para que consigamos atingir os nossos objetivos. Estamos alinhados com as subsecretarias de Administração e Finanças e também com a de Infraestrutura e Logística, e isso só fortalece o trabalho educacional desenvolvido pela Semed”,


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso