Sinetram diz que vai entrar na justiça contra greve dos rodoviários

Uma paralisação no sistema de transporte público de Manaus foi aprovada nesta semana e está programada para acontecer na próxima terça-feira (17).
14/01/2017 14h44 - Atualizado em 15/01/2017 13h32

Foto: Reprodução


O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) entrará na próxima semana, na Justiça com o pedido de liminar na tentativa de impedir uma nova greve no sistema de transporte.

Uma paralisação no sistema de transporte público de Manaus foi aprovada nesta quinta-feira (12), em assembléia geral realizada na sede do Sindicato dos Rodoviários e está programada para acontecer na próxima terça-feira (17).

Segundo a assessoria jurídica do Sinetram a ameaça de greve se dá por motivos impróprios já rechaçados pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em decisões ano passado, referentes ao Dissídio Coletivo de 2016 que está sub judice no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Reajuste salarial e mais segurança dentro dos ônibus são alguns dos motivos da reivindicação dos sindicalistas que pretendem fazer tudo dentro dos tramites legais.

De acordo com o Sinetram, a exigência de mais segurança dentro dos coletivos foge à alçada do sindicato pois segundo eles é de responsabilidade do Estado.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso