Associação sugere mudança no processo de ingresso de novos policiais à PM

A mudança quer tornar obrigatório os candidatos possuírem curso superior em qualquer graduação.
06/02/2017 12h26 - Atualizado em 6/02/2017 12h26
Foto: Reprodução

A Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar do Amazonas (AOPBMAM) entregou ao comando geral da Polícia Militar a proposta de mudança na lei de ingresso à Polícia que seria válida para o próximo concurso. De acordo com a sugestão apresentada, a mudança já aconteceria no próximo concurso para novos policiais militares, previsto para ser realizado ainda este ano e exigiria curso superior em qualquer graduação aos candidatos à praças e bacharelado em direito aos candidatos a oficiais.

A proposta foi apresentada em uma reunião entre a diretoria da AOPBMAM e o comandante geral da Polícia Militar do Estado do Amazonas, o coronel David Brandão, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (3).

“Essa modificação melhoraria significativamente a atuação da Polícia Militar do Estado. além de diminuir o tempo de duração do curso de formação de oficiais”, gerando uma economia ao Estado e o benefício à sociedade em ter o profissional mais capacitado e qualificado mais rapidamente prestando o serviço”, assegurou o diretor presidente da AOPBMAM, o major da PM, Emerson Santos.

Atualmente, os candidatos precisam ter apenas o ensino médio concluído para prestarem o exame. “Essa é uma maneira objetiva de dar um passo a frente tanto no processo seletivo quanto na formação de novos policiais”, explicou.
Ainda de acordo com o major Emerson, o coronel David recebeu as sugestões com entusiasmo e comprometeu-se em apresentar a proposta o quanto antes ao governador José Melo.

O Amazonas conta atualmente com 9 mil policiais militares, sendo cinco mil somente em Manaus.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso