Condenado por matar gays, foragido do Compaj é denunciado e recapturado em Manaus

O detento foi capturado após denúncia anônima ao número 181. Ele estava foragido do Compaj desde o 1º de janeiro.
15/02/2017 16h36 - Atualizado em 16/02/2017 10h05
Foto: Reprodução

O foragido da Justiça Jucenildo Soares Damacena, 21, o “Dunga”, foi capturado após denúncia anônima ao número 181 por policiais civis do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP) enquanto dormia em uma casa localizada na rua Lobo Guará, na comunidade Nobre 2, Lagoa Azul, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Ele e o irmão, Ricardo Damacena Cunha, foram presos em janeiro de 2014 pela morte de quatro homossexuais, dentre ele, o estudante de jornalismo Steve Hosth da Costa Barroso. À época, Jucenildo disse que matava porque não gostava de gays.

Ele é suspeito de outros seis assassinatos. Nesta quarta-feira (15), o acusado negou os crimes e disse ter sido coagido a assumir os assassinatos. Ele estava foragido do Compaj desde o 1º de janeiro.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso