Confusão entre seguranças e manifestantes marcam audiência sobre transporte público na CMM

O confronto iniciou porque os populares foram proibidos de entrar na Câmara e porque arrancaram cartazes de apoio ao prefeito.
24/02/2017 10h03 - Atualizado em 24/02/2017 18h14
Foto: Euzivaldo Queiroz/ A Crítica

Na manhã desta sexta-feira (24), antes do início de audiência pública sobre transporte coletivo na Câmara Municipal de Manaus (CMM), seguranças da Casa Legislativa e representantes da sociedade civil entraram em confronto.

Os manifestantes arrancaram cartazes de apoio ao prefeito Artur Neto, que estavam na grade de entrada da CMM, em seguida eles tentaram entrar a força no local, iniciando uma briga.

Um bomba de efeito moral foi solta no local, e a Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas para conter a confusão. Os manifestantes atiraram pedras nos policiais.

A confusão começou porque os manifestantes foram proibidos de entrar na Câmara. Um vereador e estudantes também foram agredidos.

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso