Ipaam flagra diversos crimes ambientais em Rio Preto da Eva

Entre os crimes estão: supressão vegetal não autorizada, transformação de madeira em carvão vegetal, intervenção em APP, cativeiro de animais silvestres e barragem em igarapés.
01/02/2017 10h59 - Atualizado em 2/02/2017 16h17
Foto: Divulgação

Batalhão Ambiental da Polícia Militar uma ação no município de Rio Preto da Eva (a 78 km de Manaus), entre os dias 12 e 13 de janeiro, para atender denúncias feitas pela Secretaria de Meio Ambiente da cidade.

Os órgãos identificaram diversas atividades ilegais no município, como a ocorrência de supressão vegetal não autorizada, transformação de madeira em carvão vegetal, intervenção em área de preservação permanente (APP), cativeiro de animais silvestres e barragem em igarapés.

A ação resultou em três autos de infração e dois termos de apreensão que totalizaram R$ 36 mil em multas. Ainda foram apreendidos cinco jabutis e uma cutia – que foram devolvidos à natureza – e um motosserra que era utilizada para derrubar árvores a fim de produzir madeira para carvão.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso