Irmãos são presos por tentativa de homicídio na zona Centro-Sul

A vítima foi um homem de 42 anos que foi agredido com pedaços de madeira, gargalo de garrafa. Os infratores ainda tentaram passar com uma moto por cima da cabeça dele.
17/02/2017 15h19 - Atualizado em 17/02/2017 15h19
Foto: Divulgação

Os irmãos Carmelo Ezequiel do Nascimento, 21, e Deborah Luanna Arcanjo do Nascimento, 26, foram presos por suspeita de serem autores de tentativa de homicídio que teve como vítima um homem de 42 anos.

De acordo com a policia, o crime ocorreu no dia 25 de dezembro de 2016, em via pública, na Rua Severiano, bairro Aleixo, zona Centro-Sul da cidade.

Segundo a delegada, Carmelo e Deborah foram presos em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido na última quarta-feira, dia 15, pela juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma de Oliveira Cunha. Os irmãos foram interceptados por policiais civis do 16° DIP na casa onde moravam, localizada no mesmo endereço onde o delito aconteceu.

Conforme Alynne Lima, no dia do crime, por volta das 5h, Carmelo, Deborah e os irmãos gêmeos Emanuele e Erick, que na época do delito eram adolescentes, foram até uma festa de confraternização. Na ocasião, o homem de 42 anos estava no lugar acompanhando o ex-companheiro de Emanuele. Os quatro elementos que estavam juntos teriam instigado uma discussão com o ex-companheiro de Emanuele, pois ele teria agredido a então adolescente.

“No momento da briga, o ex-companheiro da garota correu para dentro da casa dele e se trancou em um quarto. Por ser amigo do autor das agressões o homem de 42 anos foi agredido com pedaços de madeira, gargalo de garrafa e os infratores ainda tentaram passar com uma moto por cima da cabeça dele, mas foram impedidos por pessoas que estavam no local. A vítima ficou com muitas escoriações pelo corpo”, explicou a delegada.

Após o crime, os policiais civis lotados no 16º DIP deram início às investigações em torno do caso. A partir dos depoimentos de testemunhas e da vítima a delegada Alynne Lima representou o pedido de prisão em nome dos irmãos Carmelo e Deborah. Emanuele e Erick serão ouvidos, liberados e o procedimento será encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Carmelo e Deborah foram indiciados por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. No prédio da delegacia, após consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi constatado que Carmelo já tinha passagem pela polícia por posse de entorpecente. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, Carmelo será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e Deborah ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso