Ministério Público cobra explicações da Semed sobre falta de vagas na educação infantil

A Semed tem 15 dias para se explicar sob pena do MPC fazer uma representação contra a secretária no âmbito do Tribunal de Contas.
16/02/2017 15h16 - Atualizado em 17/02/2017 11h16
FOTO: ALEX PAZUELLO/SEMCOM

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) terá que dar explicações ao Ministério Público de Contas (MPC)sobre o déficit de vagas na educação infantil em Manaus.

Em ofício enviado ontem pela procuradora Evelyn Carvalho à secretária Kátia Schweickardt, o MPC requer a lista de espera e a relação de escolas onde a Semed afirma ter criado 106 turmas a mais de ensino infantil.

A Semed tem 15 dias para encaminhar os dados ao MPC, sob pena do órgão fazer uma representação contra a secretária no âmbito do Tribunal de Contas do Estado.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso