Motorista de carga pesada é preso por estuprar criança de nove anos em Manaus

O acusado foi denunciado pelos familiares da vítima no dia 13 de dezembro do ano passado.
06/02/2017 16h02 - Atualizado em 6/02/2017 16h02
Foto: divulgação

A Polícia Civil do Amazonas, cumpriu na manhã desta segunda-feira, dia 6, por volta das 7h30, na Rua Juruá, primeira etapa do bairro Distrito Industrial, zona Sul da cidade, mandado de prisão por estupro de vulnerável em nome do motorista de carga pesada Nilson de Souza Viana, 54.

De acordo com a autoridade policial, Nilson foi interceptado pela equipe do 7º DIP após a família da vítima, uma menina de nove anos, delatar a localização do infrator, que foi abordado em via pública, antes de chegar ao trabalho, na zona Sul. Ele não ofereceu resistência, segundo o delegado. O mandado de prisão por estupro de vulnerável em nome do motorista foi expedido na última sexta-feira, dia 3, pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

Segundo o titular do 7º DIP, Nilson foi denunciado pelos familiares da vítima no dia 13 de dezembro do ano passado. Ele chegou a ser ouvido na época, mas negou as acusações. Na ocasião, parentes da vítima desconfiavam que ele teria abusado sexualmente da criança, após ela relatar à tia que o motorista a teria tocado em lugares íntimos.

“O infrator era vizinho da vítima e amigo do pai dela. O crime aconteceu na Avenida Complexo do 40, bairro Japiim, zona Sul. Segundo pessoas próximas à menina, ele costumava presenteá-la e a deixava mexer no celular dele, para que eles pudessem ficar sozinhos. Assim que tivemos conhecimentos da suspeita de estupro, solicitei que a criança fosse submetida a exame de conjunção carnal, que confirmou a violação”, explicou André Sena.

Durante depoimento na delegacia Nilson foi confrontado pelo resultado positivo do exame e acabou confessando que havia abusado sexualmente da criança pelo menos umas dez vezes, no período de agosto a dezembro de 2016, segundo o delegado.

Nilson foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso